notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
19.4.09
PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

PORTO ALEGRE - O idoso que atirou contra o filho usuário de drogas, em Porto Alegre, foi preso neste sábado após deixar o hospital. Os dois foram parar no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) depois de uma discussão por causa de droga, neste sábado, no bairro Restinga, na zona sul da capital gaúcha. Segundo a Polícia Civil, Severiano Pires, 66 anos, atirou com uma espingarda contra o filho Charles Bronson Fernandes Pires, de 23 anos, durante uma briga em que ele cobrava do filho que deixasse de usar crack.
Ao ver Charles baleado, Severiano teve um mal súbito. Os dois foram encaminhados para o HPS. Charles e Severiano já foram liberados do estabelecimento. Severiano foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Ele será levado ao Presídio Central.
Foi o segundo caso do tipo em uma semana no Rio Grande do Sul. No último domingo, dia 12, o jovem Tobias Lee Manfred Hahn, 24 anos, foi morto com dois tiros pela mãe, Flávia Costa Hahn, 60 anos, também em Porto Alegre. A aposentada afirmou que o filho estava sob efeito de drogas e ameaçou matar ela e o pai durante um churrasco.

Mulher mata os dois filhos no interior do estado
Em Santana do Livramento, a 488 quilômetros de Porto Alegre, Marisa Alves Severo, de 42 anos, matou os dois filhos, Antônio Vicente Severo Gonçalves, de 8 anos, e Maria Cecília Severo Gonçalves, de 6, com um tiro na cabeça, neste sábado, por volta das 14h, na casa em que a família morava. Após o crime, ela se matou, também com um disparo na cabeça. A arma usada no duplo homicídio seguido de suicídio era uma pistola .40, de propriedade do irmão de Marisa, um policial militar.
A mulher havia se separado do marido há cinco anos e desde então morava com a mãe. O irmão de Marisa morava em Rosário do Sul e estava em Livramento para levar a mãe no hospital. Foi quando deixou sua mala em casa, com a arma, que Marisa matou os filhos e se matou.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal da Santa Casa e aguardam um legista de São Gabriel para necropsia. Vizinhos escutaram o barulho dos disparos e chamaram a polícia.



link do postPor anjoseguerreiros, às 20:09  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Mais uma mulher foi encontrada morta na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de violência sexual. O corpo de uma moça de 25 anos foi encontrado hoje pela manhã às margens de um córrego no município de Igarapé. Os policias chegaram a acreditar que a mulher tinha sido vítima de uma queda, mas acabaram concluindo que ela foi estrangulada e asfixiada. Só na região metropolitana, este foi o quinto caso registrado na última semana. Em todo o Estado, no mesmo período, foram nove as mortes de mulheres vítimas de estupro.
A onda de violência fez a população de Belo Horizonte reviver o pânico de 1999, quando 12 mulheres foram assassinadas na região noroeste da cidade. Até hoje, os corpos de cinco delas não foram encontrados. De acordo com os números divulgados pela Divisão de Crimes contra a Vida (DCcV), da Polícia Civil, 21 mulheres já foram assassinadas apenas na capital, número equivalente ao registrado no mesmo período dos dois últimos anos. A Secretaria Estadual de Defesa Civil não tem dados consolidados dos assassinatos contra mulheres registrados em todo o Estado.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:51  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ela teria recebido inalação ao invés de anestesia local no hospital
Causas da morte foram insuficiência respiratória e edema pulmonar



Uma menina de quatro anos de idade morreu na noite de sexta-feira (17) em Santa Isabel, no nordeste do Pará, após ter dado entrada no hospital local para tratar de uma unha inflamada na mão esquerda.
Segundo a família, ao invés de anestesia local, a criança teria recebido o anestésico através de uma inalação, quando começou a passar mal e a perder os sentidos.
A equipe médica teria tentado reanimar a menina, mas ela não resistiu e morreu. As causas da morte foram apontadas como insuficiência respiratória aguda e edema pulmonar.
A família da menina registrou o acontecimento na polícia local e afirmou que irá denunciar o fato ao Ministério Público do estado do Pará. A criança foi enterrada no fim da tarde deste sábado (18), em Santa Isabel.


Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:04  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar

Ahmadinejad pediu que direitos de Saberi não sejam violados

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que a jornalista iraniana-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionagem no Irã, tem que ter o direito legal de se defender.
Ahmadinejad afirmou que os direitos de Saberi e do blogueiro iraniano-canadense Hossein Derakhshan, detido em novembro passado, não podem ser violados de forma alguma.
O pedido veio em uma carta enviada de seu gabinete à promotoria de Teerã, informou a mídia estatal, um dia depois de Saberi ter sido condenada.
O governo americano expressou preocupação pela sentença ditada à jornalista em um julgamento secreto, de apenas um dia, em Teerã.
A intervenção de Ahmadinejad é bastante incomum, de acordo com o correspondente da BBC em Teerã.
O advogado de Saberi já declarou que vai apelar da decisão. A jornalista, que foi presa em janeiro, nega as acusações e planeja iniciar uma greve de fome, segundo seu pai.

Pedido

"Por favor, tomem as medidas necessárias para garantir que o processo de examinar as acusações contra os indivíduos acima citados (Saberi e Derakhshan) seja justo e cuidadoso, observando a justiça e as regulamentações", disse Ahmadinejad na carta.
"Por favor, observem pessoalmente o processo para garantir que os réus tenham acesso aos seus direitos legais e liberdade para se defenderem, e que seus direitos não sejam violados de forma alguma", teria dito o presidente, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana Irna.
O presidente americano, Barack Obama, se disse "profundamente decepcionado" com a sentença imposta à jornalista, afirmou seu porta-voz no sábado.
O veredicto foi anunciado apesar dos pedidos do governo Obama pela libertação de Saberi e da abertura diplomática em relação ao Irã depois de três décadas de relações cortadas.

Pais de jornalista temem por sua saúde (foto)

A sentença levanta suspeitas de que o caso tenha sido assumido por alguns políticos de linha-dura dentro do governo iraniano, dispostos a sabotar qualquer reconciliação, disse o correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne.
Segundo ele, não está claro se o presidente sugere que o processo legal não foi seguido, ou se ele está simplesmente enfatizando a importância da Justiça nesses casos mais sensíveis.
Os senadores do Estado de North Dakota, de Saberi, descreveram a sentença como um erro chocante da Justiça, que danificaria a credibilidade internacional do Irã.
Roxana Saberi trabalhou como repórter para uma série de empresas jornalísticas, entre elas a BBC, a NPR (rádio pública americana) e a Fox News.
Originalmente, a jornalista foi acusada de comprar álcool (crime considerado mais leve) e mais tarde de trabalhar como jornalista sem a credencial adequada.
Em menos de duas semanas, no entanto, surgiram as acusações de espionagem e ela foi julgada pela Corte Revolucionária e condenada a oito anos de prisão.
Com nacionalidade iraniana e americana, Saberi passou seis anos no Irã estudando e escrevendo um livro.

Fonte: BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:46  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar


Tanto no aspecto fisiológico quanto no psicológico, a lágrima é expressão saudável do humano

Para a universitária Bárbara Nogueira, 21 anos, não existe local nem momento ideal para colocar aquele choro ´preso na garganta´ para fora. Pode ser ao assistir um filme, num encontro de família, durante uma alegria, tristeza, vergonha, nervosismo, medo ou, até mesmo, raiva. ´Todos os sentimentos para mim têm choro. Não sei se tem explicação, acho que sou mais sensível do que o normal. As pessoas dizem que choro por tudo, mas, na verdade, só choro pelo que é mais importante. O problema é que quase tudo para mim é muito importante´, justifica a estudante, em meio a risos.

A realidade de Bárbara é semelhante à do jornalista e professor universitário Ronaldo Salgado, 53 anos. Segundo ele, ´demonstrações de amizade, de carinho, exemplos de pessoas que venceram desafios, adversidades, gestos simples, saudade, lembranças de quem já partiu, filmes, músicas´ são motivos suficientes para deixar as lágrimas virem à tona. ´Chorar é da condição natural do ser humano. Não é voluntário. Chorar só faz bem, desabafa, deixa mais leve. Com o choro, aprendemos a nos reconhecer como humanos´, identifica Ronaldo.

O ideal mesmo é deixar as lágrimas fluírem livremente, como se permitem Bárbara e Ronaldo. Essas simples gotinhas, de acordo com a psicóloga e psicopedagoga Heliane Pessoa, possuem grande importância para o desenvolvimento psicológico, no sentido de serem a primeira forma de comunicação com o mundo. ´É uma maneira de chamar atenção e até garantir a sobrevivência, visto que de outra forma não seria possível apreender e compreender as necessidades do bebê´.

Já na fase adulta, conforme Heliane Pessoa, que também é psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, o choro funciona como uma forma de descarga de tensão decorrente do acúmulo de sentimentos e emoções. No entanto, a especialista alerta que a manifestação é uma forma de ´expressão primitiva e precisa ser percebida em seu significado para não bloquear a demonstração dos sentimentos, em sua forma mais madura, verbalizando e socializando sentimentos nos relacionamentos interpessoais´.

Essa motivação emocional carregada de significado, como explica o oftalmologista David Lucena, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Ceará, é que determinará a quantidade de lágrimas produzidas. ´A quantidade está relacionada com o estado emocional alterado como o medo, tristeza, depressão, alegria exagerada, raiva, aflição etc´.

Segundo o médico, no choro, a parte do cérebro responsável pelos sentimentos, associa um estímulo emotivo com aqueles que já temos guardados, gerando uma resposta, podendo ser o choro.

Ainda conforme David Lucena, fisiologicamente falando, haverá liberação de noradrenalina e serotonina (substâncias relacionada à emoção), causando contração da glândula lacrimal, liberando a lágrima, que parte sofrerá evaporação, parte será drenada pelos canais lacrimais e, em seguida, ingeridas. Independente da idade ou, ainda, da motivação, o importante é também lembrar que as lágrimas possuem funções no organismo.

Tanto que, o oftalmologista acrescenta que elas apresentam o papel de ´proteger os olhos de certas infecções, limpar as impurezas da córnea e conjuntiva, preservar a quantidade e qualidade das lágrimas produzidas, dando conforto no piscar´. Por isso, nada de ter vergonha ou esconder o choro! ´Reconhecer momentos de fragilidade ou que fracassou não significa que é o fim, e sim só o começo ou um recomeço´, aconselha a psicóloga Heliane Pessoa.

JANINE MAIA
Para o Diário do Nordeste
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:57  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar

RIO - Se Susan Boyle já estava feliz com seu sucesso após a participação no programa "Britain's got talent", no último dia 11, este fim de semana ela tem mais um motivo para se orgulhar. A cantora e atriz Elaine Paige - uma das maiores estrelas dos musicais da Inglaterra -, na qual Susan diz se espelhar, postou uma mensagem para a nova estrela escocesa no site do programa Radio 2, da BBC. De acordo com o site da BBC, Elaine Paige afirma que desde a apresentação de Susan na TV sua caixa de emails do "Radio 2" está lotada de mensagens dos ouvintes.
"Parece que a performance de Susan capturou os corações de todos que assistiram, inclusive o meu. Talvez nós devêssemos gravar um dueto! Susan é um grande exemplo para quem tem um sonho", noticiou também neste domingo o site do jornal "The Guardian".
Ainda de acordo com o site da BBC, Elaine Paige teria dito que deseja todo o sucesso para Susan. Isso, pelo visto, a escocesa já está tendo de sobra. No "Britain's got talent" - programa cujo objetivo é revelar - ou, talvez, criar - uma estrela, e à frente de um júri que costuma ridicularizar os concorrentes, Susan era a antítese do glamour televisivo: feia, acima do peso, pouco charmosa, brega e desengonçada. Mas foi só ela começar a cantar para as feições de plateia, jurados e possivelmente dos mais de 20 milhões de usuários de internet que já assistiram a seu vídeo mudarem. Aos 47 anos, desempregada e sem "nunca ter beijado na boca", Susan se transformou na maior estrela do mundo virtual, com fortes indícios de que o sucesso vai se estender pelo mundo real.
Em sua primeira e até agora única participação no "Britain's got talent" - na verdade, sua primeira aparição na TV -, Susan escolheu interpretar a difícil "I dreamed a dream", canção de "Os miseráveis", musical baseado na obra de Victor Hugo. Susan teve que encarar um plateia de centenas de pessoas e um júri formado pelo produtor Simon Cowell (o mesmo de "American idol"), pela atriz Amanda Holden e pelo jornalista Piers Morgan. A edição do programa fez questão de mostrar os rostos incrédulos do público àquela figura estranha que ainda deu uma reboladinha ao revelar a idade, antes de dizer:
- Isso é apenas uma parte de mim.
Quando Susan afirmou que se espelha em Elaine Paige, o público riu, alguns gargalharam. Mas então ela começou a cantar, com uma voz tão bonita, tão forte, que deixou a todos surpresos e, sobretudo, emocionados. Mas não foi apenas a apresentação no "Britain's got talent" que transformou a cantora escocesa numa celebridade. Na noite do show, seu vídeo já estava na internet, no YouTube. A partir daí, a história é manjadíssima para quem acompanha os fenômenos da rede: a apresentação de Susan foi citada em blogs, comentada no Twitter, e ela passou do mundo virtual para o real, dando entrevistas para jornais e outros programas de TV.
O desempenho dela tem sido tão comentado, que a influente apresentadora americana Oprah Winfrey já a convidou para participar de seu programa. Boatos também correm na internet de que ela já teria, até, assinado um contrato com Simon Cowell para lançar um disco. Enquanto isso, a cantora escocesa se prepara para participar da próxima fase do programa, marcada para o dia 30 de maio, em que ela deve interpretar "Whistle down the wind", também do musical "Os miseráveis".


fonte:http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/04/19/cantora-atriz-elaine-paige-diz-que-torce-pelo-sucesso-de-susan-boyle-755343246.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:56  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Segundo a polícia, eles usavam balas e guloseimas para atrair as vítimas.
Outras três pessoas também foram presas na ação policial.


Bombons e chocolates eram usados por cinco homens, suspeitos de pedofilia, para atrair crianças e cometer violência sexual contra elas, em Itapiúna (CE). Eles foram presos neste sábado (18). Entres os envolvidos estão dois homens de 68 anos e 82 anos.
O Conselho Tutelar da cidade havia recebido uma denúncia sobre o caso há três meses.
De acordo com a polícia, eles usavam vários tipos de balas e outras guloseimas para levar as crianças para locais isolados. Além de abusar sexualmente, eles forçavam outras crianças a assistir ao ato.
O Ministério Público do Estado do Ceará ouviu o depoimento de duas irmãs, que relataram a agressão. A polícia continua investigando se outras crianças foram vítimas do grupo.

Fonte: G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:50  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar


Um homem de 66 anos atirou contra o filho no bairro Restinga, zona sul de Porto Alegre, durante um desentendimento na noite de sábado (18).
Segundo o boletim de ocorrência, o filho, ferido no lado direito do rosto, revidou com um golpe de barra de ferro na cabeça do pai e afirmou que se defendeu ao ver que a arma seria recarregada. Ambos foram medicados.
De acordo com a Polícia Civil, o pai prestou depoimento na 2ª Delegacia de Porto Alegre, onde foi autuado em flagrante por tentativa de assassinato. Ao ser liberado do hospital, ele foi encaminhado ao Presídio Central da cidade.

Fonte: Folha On-line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:44  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

O brasileiro Lindolfo Thibes, 48, foi condenado a 109 anos de prisão na última sexta-feira, em Los Angeles (costa oeste dos EUA), acusado de abusar sexualmente da filha desde que ela tinha seis anos --hoje tem 29. Os dois tiveram três filhos, atualmente com 4, 7 e 11 anos.
A vítima teve seu nome mantido em sigilo, mas a Folha descobriu o telefone identificado como da casa de sua mãe, em Antelope Valley (Califórnia).
"É um alívio poder viver minha vida livremente", disse ela. "Eu perguntava a Deus o porquê de tudo o que me acontecia e pensava que meu pai ou me mataria ou me teria como prisioneira pelo resto da vida."
Segundo o jornal "Los Angeles Times", o caso foi descoberto em 2005, com um chamado de emergência de violência doméstica: um homem havia esfaqueado a namorada no estacionamento de um hospital em Las Vegas, Estado de Nevada.
Quando os detetives começaram a investigar, descobriram que o agressor --instrutor de artes marciais-- era, na verdade, o pai da vítima, que o acusou de molestá-la sexualmente por quase duas décadas.
Testes de DNA confirmaram as acusações, indicando que Thibes era tanto pai quanto avô das três crianças.
Os ataques começaram quando a família vivia em Los Angeles, em meados dos anos 1980. Thibes aproveitava a ausência da mãe, que trabalhava à noite como enfermeira.
Além dos abusos sexuais, a filha contou que era espancada, inclusive com bastões de beisebol, e o irmão mais novo, chicoteado com fios elétricos.
Além disso, contou em juízo, ele lhe dava álcool e maconha desde os oito anos. Já adolescente, era proibida de sair de casa sozinha e teve de abandonar os estudos na sexta série.
A filha conta que, antes de ir parar no hospital por causa das facadas, nunca havia contado a ninguém sobre os abusos, nem mesmo à mãe.
"Eu era tão dominada por ele que, mesmo que ela me interrogasse, eu não contaria nada. Acho que minha mãe suspeitava, mas nunca falamos a respeito. Quando eu ficava grávida, dizia que os filhos eram só meus e que ninguém tinha nada a ver com isso", afirma.
Segundo ela, o pai ameaçava matá-la se o denunciasse e a mantinha prisioneira em casa, monitorando seus movimentos com câmeras de vigilância.

Problemas mentais
Ao todo foram quatro dias de julgamento, realizado no início deste ano. Thibes, que optou por se defender sozinho, sem advogado, foi sentenciado por estupro e outras agressões.
Durante o julgamento, ele afirmou que a condenação era resultado de "provas fraudulentas e testemunhos mentirosos", disse sofrer de problemas mentais e alucinações, mas não chegou a ser submetido a avaliação psicológica --segundo o vice-promotor distrital Rouman Ebrahim, porque não solicitou o exame.
"Alguém que faz isso não é mentalmente normal, mas não creio que seja caso de insanidade nem que ele é esquizofrênico. Ele tentou manipular o sistema com essas declarações", disse Ebrahim à Folha.
Segundo o vice-promotor Ebrahim, ainda cabe recurso, mas certamente o condenado vai passar o resto da vida na cadeia. Isso porque, pelas leis estaduais americanas, antes de começar a cumprir a pena por estupro da filha, Thibes cumprirá uma condenação de 22 anos por esfaqueamento, no Estado de Nevada.
Só depois disso, diz ele, o brasileiro será transferido à Califórnia para cumprir a pena de 109 anos.

ANDREA MURTA - da Folha de S.Paulo, em Nova York



link do postPor anjoseguerreiros, às 10:42  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

A psicopedagoga Adriana Tavares diz que dar liberdade à criança para contar o que sente, respeitar sua opinião e valorizar suas realizações são atitudes que ajudarão a formar um adulto confiante

Auto-estima é o sentimento de importância e valor que uma pessoa tem em relação a ela própria. Quem a possui em alto grau confia em suas percepções e em seus julgamentos, acredita que suas iniciativas vão dar certo e lida com os outros com facilidade. Um adulto com baixa auto-estima sofre por se considerar inadequado e desprestigiado. Também tende a se ver como desamparado e inferior, além de não confiar em si.
Os pais desempenham um papel fundamental na construção da auto-estima dos filhos. Esse processo começa na infância. Mas, mesmo que a criança receba cuidados de boa qualidade e passe por experiências sociais positivas, na pré-adolescência e no início da adolescência um certo desconforto em relação a si mesma é muito comum.
Para que tudo corra da melhor maneira, os pais devem estabelecer uma comunicação efetiva com os filhos. Isso se consegue reservando um tempo para conversar com eles. Também é importante deixar que participem das decisões familiares e respeitar suas opiniões. A criança adquire confiança a partir da afirmação de seus pontos de vista. Não menosprezar suas preocupações é essencial - aquilo que parece simples para os adultos pode ser fundamental para ela.
Nas conversas, porém, os pais devem ficar atentos ao modo de falar, principalmente se estiverem nervosos, para não magoar nem depreciar os filhos. Suas palavras são muito importantes. Comentários do tipo "Você nunca faz as coisas certas!" ou "Como você pode ser tão burrinho?" levam-nos a duvidar de suas capacidades. As críticas devem estar dirigidas ao fato ou ao comportamento impróprio, não a ela. Por isso o adequado é dizer "Seu quarto está uma bagunça, precisa ser arrumado", e não "Você é mesmo um bagunceiro e joga tudo por todo lado".
Em vez de criar o hábito de repreender a criança o tempo todo, os pais precisam interagir de forma positiva valorizando suas realizações no cotidiano. O elogio funciona como uma força poderosa na mudança do comportamento e no aumento da segurança. Se numa fase da infância descer a escada sozinho ou amarrar o sapato requer concentração, deve ficar claro o quanto esse esforço é apreciado.
Quem recebe incentivos explora situações novas com mais confiança. Esses elogios devem ser específicos. Por exemplo: "Você está de parabéns; fez a lição e agora brinca como combinamos". Beijos, abraços e brincadeiras que envolvem toque também fazem a criança sentir-se amada e bem-aceita pelo que ela é e pelo que é capaz de realizar. O resultado será um adulto confiante, produtivo e feliz.


link do postPor anjoseguerreiros, às 10:11  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

O Kepler, da Nasa, começa a fotografar trechos do céu onde há chance de existirem planetas como a Terra

PASADENA, EUA - O novo telescópio espacial lançado pela Nasa para procurar planetas enviou para a Terra as primeiras imagens de estrelas distantes onde cientistas têm a esperança de encontrar mundos semelhantes à Terra.
Nesta quinta-feira, 16, a Nasa divulgou várias fotos feitas pelo satélite Kepler no início do mês, incluindo a visão de uma parte distante de nossa galáxia, contendo cerca de 14 milhões de estrelas. Cientistas dizem que mais de 100 mil delas são candidatas em potencial para abrigar planetas rochosos.
Lançado em março, o Kepler passará os próximos anos estudando essas estrelas em busca de novos mundos. A busca terá início depois que os pesquisadores terminarem de ajustar os instrumentos científicos, nas próximas semanas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Operadoras fazem guerra de ofertas e usuário aproveita e reduz gastos

O Brasil fechou fevereiro com 152,3 milhões de celulares. Isso equivale a uma densidade de 80% da população. Quer dizer que oito em cada dez brasileiros têm celular? Dificilmente. Com a guerra de promoções entre as operadoras, torna-se cada vez mais comum os consumidores usarem dois ou mais chips, para com isso aproveitar as ofertas de diversas empresas e reduzir os gastos.
Essa tendência, que cresce no Brasil, é comum em outras partes do mundo. Em fevereiro, a Argentina tinha 119,2 celulares por 100 habitante. Como o total da população inclui bebês, pessoas que não conseguem falar no telefone ou que vivem em lugares sem cobertura, são muitos os usuários por lá com mais de um chip. Em 2008, a Rússia tinha 120 celulares por 100 habitantes.
Renata Maria da Penha Maranhão, administradora de empresas, têm quatro chips: dois da Vivo (um pós-pago e outro pré-pago), um da Oi e um da Claro. "Gasto muito menos com esses chips", diz Renata. A Vivo está com uma oferta no pré-pago em que o cliente fala um minuto e ganha 10 minutos de graça para ligar para outros celulares da Vivo. A Oi fez uma promoção quando lançou seu serviço em São Paulo em que dava minutos de graça em ligações para fixo e para outros celulares da Oi.
A advogada Juliana Maranhão da Silva, filha de Renata, têm três chips: dois da Vivo (um pré e um pós) e um da Oi. Para ligar para telefones fixos, por exemplo, só usa o da Oi. Ela usa o pré-pago da Vivo para telefonar para familiares e amigos que também são clientes da Vivo. "Quando tinha só o pós-pago, cheguei a gastar R$ 400 por mês", afirma Juliana. Hoje, ela gasta R$ 60 no pós e cerca de R$ 10 em cada pré-pago.
"O número de clientes com mais de um chip não é enorme, não chega à metade da base", explica Hugo Janeba, vice-presidente de Marketing e Inovação da Vivo. "Clientes com esse perfil conhecem as ofertas em profundidade. O consumidor consegue falar 27 minutos com R$ 3, se entender bem os mecanismos das promoções."
Segundo o executivo, existem clientes que têm mais de um chip para aproveitar as promoções, alguns fazem isso para compensar problemas de cobertura das operadoras e outros para ter celulares separados para usos diferentes, como pessoal e corporativo, residencial e pessoal, dados e voz. "Com isso, a densidade do celular no Brasil facilmente passa os 100%", acredita o vice-presidente da Vivo.

TENDÊNCIA
Para Luis Minoru Shibata, diretor de Consultoria da PromonLogicallis, ainda é cedo para saber se essa tendência vai se consolidar, fazendo com que o mercado brasileiro trabalhe de um jeito parecido com mercados de países europeus. "Na Itália, os consumidores compram o melhor aparelho e vão mudando os chips", exemplifica Shibata. "O que a gente enxerga no Brasil é um momento de experimentação, que chega com a portabilidade." Em São Paulo, houve dois movimentos de aumento de competição: a chegada da Oi no fim do ano passado e o início da portabilidade no começo deste ano. Isso aumentou a agressividade das empresas nas suas promoções.
A cabeleireira Marina Lacerda têm dois chips pré-pagos, um da TIM e outro da Oi. "Eu já tinha o da TIM", conta Marina. "Quando a Oi fez a promoção (de lançamento em São Paulo) eu, minha irmã e meu namorado compramos, para falarmos entre nós." Marina acha incômodo ter de trocar o chip do celular, mas diz que compensa, por causa da redução de gastos. "Antes, gastava R$ 50 por mês. Agora, gasto R$ 15."
Roberto Guenzburger, diretor de Segmentos da Oi, afirma que esse perfil de cliente, com mais de um chip, está em linha com a política da Oi de desbloqueio do aparelho de celular. "Já se tornou uma tradição onde a gente opera há mais tempo", diz o executivo. "O cliente quer falar e busca as ofertas com mais benefício de uso."
Guenzburger diz que esse comportamento não prejudica o resultado das empresas. "No ano passado, tivemos rentabilidade muito boa, de 30%", destaca o diretor da Oi. "Enquanto o consumidor está usando nosso serviço, é nosso cliente. Não importa se também tem um chip de outra operadora."
Os consumidores com vários chips chegam a reconhecer as operadoras pelos prefixos dos números, porque muitas das promoções valem somente para ligações entre clientes da mesma empresa. Com a portabilidade numérica, que permite trocar de prestadora e manter o número, a situação se complica. "Foi por isso que criamos o toque Claro", diz Erik Fernandes, diretor de Marketing da Claro, sobre o sinal sonoro que indica que se está ligando para um celular da operadora. "Foi uma das principais dúvidas sobre portabilidade que apareceram em nossas pesquisas: como vou saber quem está na mesma operadora que eu?"


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:40  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

Todos aqueles pais que nas décadas de 70 e 80 tentaram arduamente fazer com que seus filhos canhotos usassem preferencialmente a mão direita devem estar se penitenciando atualmente. Como sabemos, os canhotos podem ter vantagens em certas áreas como, falar, pilotar um jato de caça ou conversar e dirigir ao mesmo tempo. Um estudo publicado no final de 2006 no jornal Neuropsychology (em inglês) sugere que os canhotos processam com mais rapidez os mais variados estímulos que os destros.
A pesquisa conduzida na Australian National University (ANU) retoma alguns estudos que mostram que a condição de canhoto ou destro é determinada ainda no ventre materno e que muitos canhotos processam a linguagem usando ambos os hemisférios do cérebro – o oposto dos destros, que parecem usar principalmente o hemisfério esquerdo para esse propósito.
Os dois hemisférios (ou metades) do cérebro são praticamente idênticos, e para a grande maioria, eles processam a mesma informação, com os dados passando pela frente e por trás através de um grande caminho neural. No entanto, algumas tarefas, como o processamento da linguagem já mencionado acima, tendem a acontecer em um ou em outro hemisfério. Para a grande maioria das pessoas, o processamento da lingugem ocorre no hemisfério esquerdo. Já para os canhotos, isso parece acontecer em ambos os hemisférios.
Outra área de especialização é a de processamento sensorial. Normalmente, os dados apanhados pelo lado direito do corpo (olho direito, ouvido direito, etc) vão para o hemisfério esquerdo para serem processados, enquanto que os dados apanhados pelo lado esquerdo do corpo vão para o hemisfério direito. No final, o cérebro combina o processamento resultante de ambos os hemisférios e temos então a consciência do que vemos e ouvimos.
A pesquisa acrescenta a hipótese de que as pessoas que escrevem com a mão esquerda provavelmente possuem cérebros que conduzem a informação simultaneamente – bi-hemisfério. Os pesquisadores da ANU realizaram testes com o intuito específico de verificar a velocidade do fluxo de informação entre os dois lados do cérebro. Ao todo foram envolvidos no estudo 80 destros e 20 canhotos. Em um primeiro teste, o computador mostrou um único ponto de uma linha divisória tanto para o canhoto como para o destro, e os mesmos tinham que pressionar um botão que indicava qual era o lado que o ponto havia sido mostrado. Os canhotos foram muito mais rápidos nessa tarefa. Em outro teste, ambos deveriam juntar letras que apareciam em alguns casos em ambos os lados da linha divisória e em outros casos em apenas em um lado da linha. Nesse teste os canhotos foram mais rápidos ao juntar as letras que apareciam nos dois lados da linha, enquanto que os destros foram mais rápidos em juntar as letras que apareciam em um único lado da linha. Essa última observação indicou que os destros são mais rápidos que os canhotos ao processarem estímulos em um único lado do cérebro.
De acordo com o chefe da pesquisa, Dr. Nick Cherbuin, em entrevista à rede AM ABC, o resultado suporta a observação anatômica de que “a conexão entre o lado esquerdo e direito do cérebro é muito melhor entre os canhotos”.
Então, o que isto quer dizer? Isto quer dizer que os canhotos possuem sim uma ligeira vantagem em esportes, jogos e outras atividades em que os jogadores enfrentam uma grande e rápida variedade de estímulos vindos de todas as direções. Teoricamente eles estariam mais aptos a usar os dois hemisférios do cérebro para lidar com esses estímulos, resultando em um processamento e resposta mais velozes. Isso também pode significar que quando um hemisfério do cérebro está sobrecarregado ou começa a diminuir a sua velocidade, o outro hemisfério pode continuar a tarefa sem perder o ritmo.
Outros especialistas no assunto também teorizam que os canhotos possuem uma atividade mental melhor quando entram na velhice e a velocidade de processamento cerebral começa a diminuir mais tarde do que os destros: com uma grande habilidade em passar as atividades de um hemisfério cerebral ao outro, os canhotos idosos mantém a velocidade de raciocínio mental mais tempo do que seus parceiros destros.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:28  comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (3) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (3) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (3) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (3) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (3) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (3) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (2) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (2) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (2) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (2) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (2) comentar

BELO HORIZONTE - A polícia ainda não tem pistas do autor ou autores de um crime brutal em Belo Horizonte.
Na noite da última quinta-feira, Ana Carolina Menezes Assunção, de 25 anos, foi encontrada seminua e morta dentro do carro. No colo, estava o filho de um ano e três meses, dormindo.
Segundo os peritos, a mulher foi estrangulada e sofreu abuso sexual. Parentes disseram que Ana Carolina ia buscar a mãe e estava desaparecida. A mãe chegou a ver o carro da jovem passando perto de onde esperava. A polícia acredita que a jovem foi vítima de assaltantes. Nenhum suspeito foi preso até agora.
Centenas de pessoas acompanharam o enterro da jovem em Contagem, na Região Metropolitana de BH, na manhã deste sábado. Os parentes estão revoltados com o crime e pedem a prisão dos responsáveis.
A polícia fazia uma patrulha no bairro João Pinheiro, região Oeste de belo Horizonte, quando viu o veículo parado na marginal da Via Expressa. Segundo a polícia, a placa era a mesma do veículo que teria sido tomado de assalto no bairro Industrial, em Contagem. Quando os policiais se aproximaram, encontraram o corpo e a criança. No pescoço havia marcas de cadarço. A perícia encontrou dinheiro espalhado na parte da frente do carro, mas não havia sinais de roubo.
O presidente Lula sancionou, nesta sexta, sem vetos, o projeto de lei que define o crime de sequestro relâmpago. O criminoso está sujeito a pena de seis a 12 anos de prisão. Em caso de morte da vítima, o tempo de cadeia pode chegar a 30 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:22  ver comentários (2) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

RIO - Uma mulher grávida de seis meses morreu depois de ser baleada no início da noite de sábado durante uma tentativa de assalto no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte. Lesli Lima da Vitória, de 32 anos, estava com o marido, Anderson Pinheiro Lopes, de 32, num Renault Clio. Ao parar num sinal de trânsito na esquina das ruas Miguel Gama e Fernando Esquerdo, o casal foi rendido por quatro assaltantes que estavam em duas motos.
De acordo com Anderson, não houve reação e o casal chegou a abrir as portas do veículo. Um dos assaltantes, no entanto, atirou duas vezes na cabeça da enfermeira antes que ela se levantasse. Anderson dirigiu até o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas sua mulher não resistiu.
Os médicos conseguiram fazer o parto do bebê, uma menina, que foi internada no Hospital Carmela Dutra. Segundo um amigo do casal, seu estado de saúde é estável. O caso foi registrado na 44ª DP (Inhaúma). Os bandidos fugiram sem levar nada.


link do postPor anjoseguerreiros, às 09:13  ver comentários (4) comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

Recebemos esta mensagem do Dr. Edgardo Derman, médico em San Juan ,Argentina, a respeito de sua pesquisa sobre o refrigerante Coca-Cola Zero. Para não incorrermos em divulgar notícia infundada, pesquisamos o site doFederal Drugs Administration, o mais respeitado órgão de controle de drogase alimentos daquele país, cujas publicações merecem o crédito de toda acomunidade científica internacional. Como se trata de saúde do consumidor, traduzimos a mensagem que vaipublicada na íntegra como nos chegou: "Faço minha contribuição a este interessantissimo artigo: Na década desetenta apareceu uma bebida que foi muito popular em seu momento. Acasualidade é que a mesma era produzida também pela Coca Cola e se chamavaTAB, obtendo grande êxito já que era dietética. Nesta época, meu irmão, um engenheiro químico, estava fazendo umaPós-Graduação na Espanha em Produtos Alimentícios e nos chamou atenção paranão consumirmos esta bebida pois a mesma continha “Ciclamato”, um agentequímico que reconhecidamente fazia mal à saúde. DESDE ESSA ÉPOCA SE SABE QUE NÃO SE PODE USAR O CICLAMATO PARA CONSUMOHUMANO. O Ciclamato, a pesar dos alertas, continuou a ser usado em muitos produtosdietéticos, notadamente nos países em desenvolvimento ou não desenvolvimos. Quando forem a um supermercado ou mercearia basta conferir os ingredientespara ver se apresenta esta nociva substância nas composições destes produtos.

Agora prestem atenção: Porque a Coca-Cola Zero, que contém Ciclamato, foi proibida nos Estados Unidos? Conheça as razões deste porquê. E mais uma questão: O que se passa naAmérica Latina, onde este produto ainda não foi retirado do mercado? Fiquem de olho nesta bebida, afinal, o que você sabe da Coca-Cola Zero? Depois de uma massiva propaganda do novo produto Coca-Cola Zero, começaram aaparecer na comunidade científica, artigos médicos sobre os malefícios doCiclamato. De outra forma, os consumidores começaram a questionar porque aCoca-Cola lançava um produto que viria concorrer com outro produto seu damesma linhagem, a Coca-Cola Light. Afinal, asa duas não prometiam ainexistência de açúcar em suas composições? Se ambas não contém açúcar, oque as diferenciava? As respostas para estas questões estão a mostra num atento exame doscomponentes de tais refrigerantes:

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg/%) y Aspartame (24mg/%), numtotal de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%),Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra- um total 54mg/100ml de bebida).

Tendo em conta que o edulcorante «Ciclamato de Sodio» está terminantementeproibido pelo F.D.A (Federal Drugs Administration) - (Organismo máximo decontrole de alimentos e drogas dos EEUU da América) por comprovados efeitosna gênese de tumores cancerígenos, e mais, que o Ciclamato é muito maisbarato que o Aspartame (a razão de 10 dólares por quilo do Ciclamato contra152 dólares/Kg do Aspartame, vem a pergunta: Que Coca-Cola você passará atomar? Nota da Redação: Parece fácil a resposta, ainda mais considerando-se que oCiclamato de Sódio é cancerígeno, não? Entretanto, o que se vê é um contínuoincremento no consumo da Coca Zero em contraste a um decréscimo no consumoda Light. Especialmente nos países em que a Coca Zero não foi ainda tiradado mercado. O que faz isto? A massificação da propaganda da Coca Zero,contra praticamente nenhuma da Coca Light. Assim, somos induzido a a ingerirum produto que, proibido em outros centros por conter um agente cancerígeno,ainda está a disposição em nossos mercados. ANEXOSComo é meu costume investigar pela Internet – não creio em verdadesabsolutas – entrei no site do FDA e… SURPRESA!!! Lá, encontrei uma lista de aditivos e alimentos considerados seguros para asaúde humana, chamada, Generally Recognized as Safe (GRAS). Pois bem! Efetivamente o Ciclamato de Sódio aparece nesta lista com umaobservação em inglês: Sodium cyclamate - NNS , ILL - Removed from GRAS - list 10-21-69 - 189.Ou seja, o Ciclamato de Sódio foi retirado da lista de aditivos e alimentos seguros.


Continuei minha busca e encontrei através do site do FDA um “link” para umaoutra lista com a sigla EAFUS (Everything Added to Food in the UnitedStates). Traduzindo: Todos os Aditivos de alimentos nos Estados Unidos. Lá, está claramente a proibição ao Ciclamato de Sódio: SODIUM CYCLAMATE--PROHIBITED


Finalmente, deparei-me com outra lista de substâncias proibidas em alimentospara consumo humano. E lá estava:PART 189--SUBSTANCES PROHIBITED FROM USE IN HUMAN FOOD.189.135 Cyclamate and its derivatives.Fonte: http://www.access.gpo.gov/nara/cfr/waisidx_03/21cfr189_03
.html
Alguma dúvida? Bem, foi esta a mensagem que me chegou por e-mail.

Agora meus comentários:
A Pessoa que me enviou a mensagem perguntava-me: porque a Coca-Cola Zero é vendida nos Estados Unidos se a FDA proibiu o uso de Ciclamato de Sódio paraconsumo humano? A resposta é simples; A COCA COLA ZERO vendida nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na mayoría dos países europeus NÃO CONTÉM Ciclamato de Sódio. Isto só acontece nos países pobres ou subdesenvolvidos como os da EuropaOriental e América Latina. Quando no ano passado se tirou do mercado a Coca-Cola Zero no México criou-se uma grande polêmica porque ela continha Ciclamato e tiveram que trocá-la.

A Coca Cola nunca aceitou dizer que ela havia sido tirada do mercado porcausa do Ciclamato.. Ao invés disto disse que a mesma foi retirada do mercado para “melhorar seu sabor”. É frustrante e indigno o que estes países fazem com os países do dito 3º.Mundo. Não lhes interessa a saúde do consumidor (que em sua ignorância crêem estarusando produtos dietétios seguros). Interessa-lhes, apenas, o lucro, o dinheiro. Por incrível que pareça, em minhas investigações a COCA COLA ZERO que sevende na Espanha também possui esta coisa, o Ciclamato. Porém, está cada vez mais rara sua venda. A que vendem na Alemanha também contém esta droga.
"POR FAVOR CONTRIBUYAMOS CON UNA CAUSA JUSTA, REENVÍA ESTE MENSAJE A TODO ELQUE PUEDAS PARA QUE SE SEPA QUÉ CLASE DE VENENO SE ESTÁ VENDIENDO EN CADAUNA DE LAS TIENDAS DEL PAIS"

Dr. Edgardo Derman MAACLU3PCJ - San Juan - ARGENTINA

INFORMAÇÃO RECEBIDA POR E-MAIL DE UMA AMIGA
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:07  comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57  ver comentários (2) comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO