notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
8.4.09
Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Tire as dúvidas sobre como bloquear ligações de telemarketing

SÃO PAULO - A partir do dia 1º de maio, as ligações de telemarketing no Estado de São Paulo poderão ser bloqueadas se o consumidor não quiser mais recebê-las. O procedimento para o bloqueio é simples. Basta cadastrar o número de telefone a ser bloqueado no site da Fundação Procon. Veja abaixo como fazer e tire suas dúvidas, segundo informações do órgão de defesa do consumidor.

1 - Como pedir o bloqueio?
O titular deve entrar no site do Procon e cadastrar a linha telefônica ou as linhas telefônicas no Estado de São Paulo a serem bloqueadas. O bloqueio vale para telefone fixo e celular.

2 - É possível cadastrar quantas linhas quiser?
Sim.

3 - O bloqueio é gratuito?
Sim.

4. E se não tiver acesso à internet?
É possível pedir o bloqueio nos postos do e-poupatempo ou Acessa São Paulo. Segundo o Procon, acesso à Internet é gratuito e há monitores para orientar.

5 - O que é necessário?
É preciso informar CPF, RG e endereço do titular da linha telefônica.

6 - E depois de feito o cadastro?
O consumidor receberá por e-mail uma senha que deverá ser usada caso queira incluir ou excluir algum número de telefone.

7 - A partir de quando será feito o bloqueio das ligações?
30 dias após o cadastro da linha.

8 - Quando o serviço de bloqueio estará disponível?
Só vale a partir de 1º de maio.

9 - O bloqueio vale para todos os serviços de telemarketing?
Não. É possível receber ligações de empresas autorizadas pelo titular da linha e chamadas de entidades filantrópicas pedindo doações.

10 - As empresas de outros Estados também ficam proibidas de efetuar ligações?
Sim.

11 - Como faço para autorizar uma empresa a ligar?
É preciso fazer por escrito e o Procon emitirá um Termo de Autorização para que as empresas tenham essa autorização.

12 - As empresas terão acesso aos meus dados pessoais?
Não.

13 - E se a empresa condicionar a venda de um produto ou serviço à autorização?
Isso não pode acontecer. A prática é abusiva, segundo o Procon. Caso isso acontece, o consumidor deve procurar um órgão de defesa.

14 - E se a empresa continuar a ligar para um telefone cadastrado?
As empresas que desobedecerem a determinação poderão pagar multa que varia de R$ 212 a R$ 3,1 milhões.

15 - E se a empresa de telemarketing ligar mesmo após o bloqueio?
O consumidor deve registrar queixa no Procon.


Fonte: Estadão
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:55  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  comentar

Chocolate amargo é amigo do coração
A guloseima, assim como o vinho tinto, reduz os riscos de infarto e de AVC

Docinho para o meio da tarde, após as refeições ou até mesmo para afogar as mágoas de um dia exaustivo, o chocolate é uma das preferências no mundo das guloseimas. Há quem evite seu consumo durante todo o ano, mas aproveita a Páscoa para se esbaldar na tentação.Segundo Frederico G. Marchisotti, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ DASA, a versão chocolate amargo, que não contém leite e tem maior quantidade de cacau que os outros, apresenta flavanóides, substâncias também encontradas no vinho tinto, e que são consideradas "protetores cardíacos". Ou seja, os flavanóides estão relacionados à redução de eventos cardiovasculares como infarto e AVC. "Além dos benefícios cardíacos que o consumo consciente pode acarretar, o chocolate nos dá uma sensação de prazer, pois estimula liberação de serotonina, mesma substância incitada em emoções positivas. Por ser bastante calórico, também é considerado uma fonte de energia. Fatores estimulantes como ingredientes que se assemelham à cafeína e pequena quantidade da mesma também são encontrados no chocolate, além de substâncias que podem ativar receptores canabinóides, que acarretam sensações de sensibilidade e euforia", acrescenta Dr. Frederico.No entanto, o endocrinologista alerta que, se consumido em grandes quantidades, o chocolate, pelo teor de gordura em sua composição, pode piorar a saúde cardiovascular e provocar problemas futuros no organismo. "O ideal é que se coma até 30g por dia, mais do que isso, pode ser prejudicial", afirma o médico.Ganho de peso, diarréia, outros problemas intestinais, desnutrição (pela troca de alimentos ricos em vitaminas e sais minerais), são alguns dos efeitos do excesso de consumo de chocolate, portanto é importante estar atento ao consumo em exagero. "Vale ressaltar que os chocolates dietéticos não possuem menos calorias. Essa especificação do produto contém apenas menos açúcar e em determinadas fórmulas pode disponibilizar ainda mais valores calóricos que a versão comum.Para aqueles consumidores compulsivos de chocolate e que pretendem abusar nesta Páscoa, o Dr. Frederico alerta que sejam realizados exames periódicos para avaliação da glicose, colesterol e pressão arterial. "Um especialista deve ser procurado para analisar os resultados e conceder um diagnóstico seguro sobre a sua saúde", conclui o endocrinologista.
Fonte: MSN Corpo e Saúde
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:37  ver comentários (1) comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

Projeto quer restabelecer floresta em uma área equivalente ao Estado do Ceará até 2050; atualmente, bioma conta com 7% da cobertura original

Um pacto para restaurar 150 mil quilômetros quadrados da mata atlântica - uma área equivalente ao Estado do Ceará - foi lançado ontem em São Paulo. A meta é recuperar 30% da área original do bioma até 2050. Atualmente, floresta bem preservada corresponde a 7% da cobertura original da mata atlântica, sem contar trechos que demandam proteção e cuidado especial (13%). A iniciativa pretende restaurar 10% do bioma original que desapareceu.

Um grupo técnico desenhou um mapa com as regiões onde pode ocorrer a restauração. Solos com pouco potencial agrícola ou às margens de rios receberam prioridade, pois presume-se que não será difícil convencer agricultores."Temos solos de baixa produtividade que geram apenas R$ 200 por hectare", explica Ricardo Ribeiro Rodrigues, pesquisador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (Lerf) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) e um dos responsáveis pelo estudo. "Com manejo adequado, seria possível obter R$ 1.500 por hectare de floresta restaurada."
Miguel Calmon, coordenador-geral do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, afirma que a iniciativa não apontará infratores do Código Florestal, que desmataram além do permitido. "Não queremos uma caça às bruxas", diz Calmon. "Queremos mostrar que vale a pena para o agricultor recuperar a mata." Um livro organizado por pesquisadores do Lerf reúne o conhecimento necessário para restaurar a mata.

Calmon explica que o financiamento das iniciativas não virá de filantropia. "Queremos criar mecanismos para que os produtores recebam pelos serviços ambientais prestados pela floresta preservada nas suas propriedades." A mata atlântica garante o abastecimento de água para quase 130 milhões de pessoas no País. "Também vamos buscar interessados em comprar créditos de carbono", afirma Calmon.

Mais de 50 entidades aderiram, incluindo organizações não governamentais, empresas, universidades e governos. O site www.pactomataatlantica.org.br recolherá as inscrições. O pedido depende de aprovação. A adesão implica cumprimento das diretrizes apresentadas no protocolo do pacto, disponível no site.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

FLORIANÓPOLIS - A Polícia Federal investiga uma possível rota de contrabando de rubis no Norte de Santa Catarina. As pedras preciosas são exploradas no município de Barra Velha, a 133 km de Florianópolis, mas a ocorrência da fortuna no subsolo se estende por uma região de 800 quilômetros quadrados.
A história dos rubis na região do município de Barra Velha começou há 20 anos, quando o professor joinvilense Euclides Secco resolveu ir em busca de ouro. Mas o que realmente chamou a atenção dele foi um pedregulho avermelhado que brotou da terra. A partir daí, Secco foi à luta para conseguir as autorizações necessárias para a exploração das pedras na localidade de Escalvado, em Barra Velha.
Secco conseguiu a autorização, fornecida pelo Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), e nestas duas décadas já retirou uma tonelada de rubi bruto. O professor é o único autorizado a extrair rubi bruto da região.
Esse amontoado da pedra não é o pote de ouro que o professor queria encontrar nos idos dos anos 1980: é muito mais. O material, que está muito bem guardado em uma empresa de valores em algum estado brasileiro, é avaliado, hoje, em R$ 23 milhões.
Secco tem o rubi, mas ainda não viu a cor do dinheiro. Existe uma dificuldade em vender o material. Ele chegou a pedir ajuda a um geólogo gaúcho ligado ao Sindicato dos Mineradores.

Géologo é investigado
O geólogo Cláudio Altair Kuhs mudou-se com a família para Barra Velha há quatro anos. Ele também retirou material do local, alegando que era para estudos. No entanto, Kuhs está no meio da investigação da Polícia Federal de uma possível rota de contrabando de pedras preciosas. Kuhs nega o envolvimento.
A PF segue uma linha de investigação onde, além de Kuhs, estariam envolvidos no esquema um israelense naturalizado americano, uma uruguaia e um empresário gaúcho. Nas mãos do delegado da PF em Joinville, Eduardo Brindizi Simões Silveira, está uma agenda com anotações, uma grande quantidade de rubis e variados tipos de pedras, além de um contrato feito com o empresário israelense, no valor de 350 mil dólares.
Este material foi apreendido na casa de Cláudio Altair Kuhs, em 17 de fevereiro. Em 2007, a polícia já havia apreendido 55 quilos da pedra na casa de Kuhs, e um folder em inglês que oferecia rubis em uma feira em Tucson, no estado do Arizona (EUA). No papel, com o título Brazilian Rubies, há o desenho do mapa do Brasil e o nome de Kuhs.
Existe a suspeita de um possível contrabando que começaria em Barra Velha e se estenderia até a Índia e os Estados Unidos.
A PF tem 120 dias para concluir o inquérito. Em 2006, a Polícia Civil também começou uma investigação sobre essa possível fraude. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da polícia gaúcha apreendeu cem quilos de pedras em Porto Alegre.

A corrida pela fortuna
Estudiosos estimam que tem tanto rubi nas terras catarinenses que seria necessário mais de 150 anos de exploração para por fim ao minério. Basta cavar 30 centímetros para já encontrar as pedras. A região "vermelha", com uma área de 800 quilômetros quadrados, abrange cidades como Luís Alves, Barra Velha, Piçarras, São João do Itaperiú e Massaranduba.
Nos últimos quatro anos, a busca por rubis aumentou bastante. Segundo o Departamento Nacional de Produtos Minerais (DNPM), há centenas de permissões para pesquisa em pequenas propriedades rurais. Os registros estão no nome de pessoas do Rio Grande do Sul, joinvilenses anônimos e de quem espera enriquecer com o vermelho do rubi. Moradores da região Norte dizem que é comum carros de Curitiba passarem pelo local.
Nesses pedidos têm alguns que são para pesquisa, mas aí pode estar escondido outros interesses, como a retirada de minérios. Vale lembrar que isso é crime contra a União, e quem for pego pode ter uma pena que varia de seis meses a um ano.
Outra ponto é que o que for achado em qualquer terreno, inclusive nos particulares, uma parte - a maior dela - é da União. O dono do terreno também tem direito, assim como o explorador que encontrou o material, desde que tenha a devida autorização da DNPM.

Nova Serra Pelada
O prefeito de Barra Velha, Samir Mattar, está muito interessado nos rubis. Ele quer atrair riquezas para a região e acredita que o local pode se transformar na nova Serra Pelada - o garimpo de ouro no Pará ques fascinou aventureiros da década de 1980. Essa riqueza pode trazer muito problemas, e a fiscalização terá de ser rigorosa.
Mattar tenta convencer o governo estadual a intermediar um negócio com empresários do Oriente Médio, potenciais compradores das pedras. Em maio, quando ocorre o encontro anual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, em Florianópolis, seria a grande chance, uma vez que uma Comitiva da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai visita a cidade.
Empresários gaúchos também teriam procurado o prefeito para tentar negociar.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:05  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

Uma em cada quatro adolescentes sexualmente ativas já possui HPV (Papilomavírus humano). Isso é o que revelou um estudo de cinco anos realizado pela ginecologista Denise Monteiro, que acompanhou 403 adolescentes enquanto elas estavam iniciando a atividade sexual. A constatação é muito preocupante, visto que o HPV pode provocar câncer de colo de útero. Esse é o segundo tipo de tumor mais comum em mulheres — foram registrados 510 mil casos no Brasil em 2008, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Diário de São Paulo
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:57  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

O conhecimento de alguns termos é de fundamental importância para profissionais da área de educação e saúde mental. Pensando nisso selecionamos abaixo alguns termos para que possam servir de consulta. Não é nossa intenção explanar sobre cada um deles, mas apresentar apenas um breve significado. Cabe ao profissional buscar outras fontes para se aprofundar sobre causas, sintomas e tratamentos.

Aprendizagem - É o resultado da estimulação do ambiente sobre o indivíduo já maturo, que se expressa diante de uma situação-problema, sob a forma de uma mudança de comportamento em função da experiência.

Agnosia - Etimologicamente, a falta de conhecimento. Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado. Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido. No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

Afasia - Perda da capacidade de usar ou compreender a linguagem oral. Está usualmente associada com o traumatismo ou anormalidade do sistema nervoso central. Utilizam-se várias classificações tais como afasia expressiva e receptiva, congênita e adquirida.

Agrafia - Impossibilidade de escrever e reproduzir os seus pensamentos por escrito.

Alexia - Perda da capacidade de leitura de letras manuscritas ou impressas.

Anamnese - Levantamento dos antecedentes de uma doença ou de um paciente, incluindo seu passado desde o parto, nascimento, primeira infância, bem como seus antecedentes hereditários.

Anomia - Impossibilidade de designar ou lembrar-se de palavras ou nome dos objetos.

Anorexia - Perda ou diminuição do apetite.

Anoxia - Diminuição da quantidade de oxigênio existente no sangue.

Apnéia - Paragem voluntária dos movimentos respiratórios: retenção da respiração.

Apraxia - Impossibilidade de resposta motora na realização de movimento com uma finalidade. A pessoa não realiza os movimentos apesar de conhecê-lo e não ter qualquer paralisia.

Ataxia - Dificuldade de equilíbrio e de coordenação dos movimentos voluntários.

Autismo - Distúrbio emocional da criança caracterizada por incomunicabilidade. A criança fecha-se sobre si mesma e desliga-se do real impedindo de relacionar-se normalmente com as pessoas. Num diagnóstico incorreto pode ser confundido com retardo mental, surdo-mudez, afasia e outras síndromes.

Bulimia - Fome exagerada de causa psicológica.

Catarse - Efeito provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional ou traumatizante até então reprimida.

Catatonia - Síndrome complexa em que o indivíduo se mantém numa dada posição ou continua sempre o mesmo gesto sem parar. Persistência de atitudes corporais sem sinais de fadiga.

Cinestesia - Impressão geral resultante de um conjunto de sensações internas caracterizado essencialmente por bem-estar ou mal-estar.

Complemento (Closure) - Capacidade de reconhecer o aspecto global, especialmente quando uma ou mais partes do todo está ausente ou quando a continuidade é interrompida por intervalos.

Consciência fonológica - Denomina-se consciência fonológica a habilidade metalinguística de tomada de consciência das características formais da linguagem. Esta habilidade compreende dois níveis:

1. A consciência de que a língua falada pode ser segmentada em unidades distintas, ou seja, a frase pode ser segmentada em palavras; as palavras, em sílabas e as sílabas, em fonemas.
2. A consciência de que essas mesmas unidades repetem-se em diferentes palavras faladas (rima, por exemplo).
Coordenação viso-motora - É a integração entre os movimentos do corpo (globais e específicos) e a visão.


Disartria - Dificuldade na articulação de palavras devido a disfunções cerebrais.

Discalculia - Dificuldade para a realização de operações matemáticas usualmente ligadas a uma disfunção neurológica, lesão cerebral, deficiência de estruturação espaço-temporal.

Disgrafia - Escrita manual extremamente pobre ou dificuldade de realização dos movimentos motores necessários à escrita. Esta disfunção está muitas vezes ligada a disfunções neurológicas.

Dislalia - É a omissão, substituição, distorção ou acréscimo de sons na palavra falada.

Dislexia - Dificuldade na aprendizagem da leitura, devido a uma imaturidade nos processos auditivos, visuais e tatilcinestésicos responsáveis pela apropriação da linguagem escrita.

Disortografia - Dificuldade na expressão da linguagem escrita, revelada por fraseologia incorretamente construída, normalmente associada a atrasos na compreensão e na expressão da linguagem escrita.

Disgnosia - Perturbação cerebral comportando uma má percepção visual.

Dismetria - Realização de movimentos de forma inadequada e pouco econômica.

Dispnéia - Dificuldade de respirar.

(continua)
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:23  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos

As origens do termo
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

GOIÂNIA - Nasceram na manhã desta quarta-feira no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, bebês siameses. Os dois meninos são unidos por tórax, abdome e bacia e compartilham fígado, bexiga, intestino e parte da pelve, segundo o cirurgião-pediatra Zacarias Calil Hamu. Os bebês pesam juntos 6 quilos.
A cesariana, feita pela obstetra Priscila Elena Rodrigues, transcorreu dentro da normalidade e demorou cerca de uma hora. Hamu deve realizar a primeira cirurgia nos bebês dentro de 24 horas, já que uma deformação impede a eliminação de fezes pelo ânus. A separação dos bebês, no entanto, terá de ser estudada no decorrer dos próximos meses e depende de avaliação e exames complementares.
Segundo Hamu, que já realizou cinco cirurgias de separação de siameses, a principal preocupação em relação aos dois nascidos em Goiânia é com o intestino, pois ainda não foi possível detectar como funciona.
Os siameses são filhos de uma professora da cidade de Botuporã, a 700 km de Salvador, na Bahia. Ela já é mãe de uma menina de um ano e oito meses. A família procurou médicos em Goiás porque o estado apresenta o segundo maior número de casos de bebês siameses do país. Segundo Hamu, foram 10 registros de 1999 para cá. O maior número de casos, de acordo com o especialista, está em Minas Gerais, onde há em curso 23 registros.
Hamu afirma que os pesquisadores atribuem a gestação de siameses ao uso de agrotóxicos, mas não há estudos conclusivos. No Vietnã, após o gás laranja, foram registrados 10 casos de siameses em um só ano, 1986. No Brasil, diz Hamu, não há pesquisa em Goiás sobre a origem dos casos, mas não houve contato de nenhuma das famílias com o Césio 137.
Os bebês viverão juntos por tempo indefinido e a decisão de separá-los depende da família ou de alguma necessidade de intervenção cirurgica. Muitos siameses morrem ainda no período de gestação e o compartilhamento de órgãos pode gerar problemas durante a fase de crescimento, obrigando os médicos a intervir. Dos 10 casos acompanhados por Hamu até hoje, 5 crianças sobreviveram. Em geral, um dos bebês siameses tem mais condições físicas de desenvolvimento do que o outro.
- Vamos fazer a cirurgia de emergência em, no máximo, 24 horas, mas a cirurgia de separação não pode ser feita rapidamente - explicou.
Se forem separados, cada um deles ficará com uma perna. Os dois nasceram com uma terceira perna, mas ela não é funcional. Por enquanto, foram submetidos a exames de ressonância magnética.
- Eles são muito viaveis, pois têm dois corações separados. A separação, porém, só é possível daqui a um ano. Já tivemos casos de três crianças unidas pelo fígado e todas sobreviveram - diz ele, acrescentando que a maior dificuldade costuma ser a pele para refazer o abdome.
A família ficou sabendo que os gêmeos eram siameses no quinto mês de gestação. A chance é de um caso para cada 100 mil partos. Os siameses mais velhos do mundo e ainda vivos moram nos Estados Unidos e têm 54 anos. Os dois continuam unidos pelo abdome e têm quatro pernas.
- A família é que decide sobre a cirurgia. Normalmente, os pais fazem a opção por separar - diz ele, que acompanha duas siamesas de Recife, que estão com cinco meses.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

PARIS (AFP) - Pelo menos 2,5 bilhões de pessoas, em uma centena de países tropicais, estão expostas ao risco de infecção por dengue, doença tropical em plena expansão e a mais disseminada após a malária, anunciaram especialistas, nesta terça-feira, em Paris.
Como causa dessa "expansão geográfica", aparecem os transportes públicos, a urbanização em massa e desordenada, o modo como a água utilizada é descartada, luta insuficiente contra os mosquitos (vetores dessa espécie de "gripe tropical") e os lugares onde há água parada, favorecendo sua proliferação, destacou o Dr. Raman Velayudhan, da Organização Mundial de Saúde (OMS), em entrevista coletiva em Paris.
A coletiva foi organizada pela empresa Sanofi Pasteur, divisão de vacinas do Grupo Sanofi-Aventis, que testa, na Tailândia, uma vacina contra a dengue destinada às crianças e contra as quatro formas do vírus.
Esse estudo de eficácia, iniciado em fevereiro, deve englobar 4.002 pessoas, sendo que, dessas, dois terços receberão a vacina testada.
A Sanofi Pasteur também realiza estudos clínicos, com crianças e adultos, no México, no Peru e nas Filipinas.
"Esperamos resultados em dois anos", afirmou o Dr. Jean Lang, da Sanofi Pasteur, acrescentando que, se tudo correr bem, "por volta de 2015-2016, a vacina poderá estar disponível e, talvez, até um pouco mais cedo".
De 60 a 100 milhões de pessoas são infectadas todos os anos pela dengue no mundo. As formas graves da doença, dengue hemorrágica e dengue com síndrome de choque, que se agravam em várias regiões intertropicais, podem levar à morte (mais de 20.000 óbitos por ano), sobretudo, nas crianças abaixo dos 15 anos.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:44  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - Um circuito interno de TV flagrou Marie Moore, de 44 anos, atirando à queima-roupa contra o filho, Mitchell, de 20 anos, quando ele praticava em um stand de tiro em Casselberry, na Flórida. As imagens foram divulgadas nesta quarta-feira. Logo após matar o jovem, Marie se suicidou no próprio local.
De acordo com o jornal "Daily Mirror", Marie acreditava ser um "anti-Cristo". Ela havia levado Mitchell para o stand.
"Sinto muito. Mandei o meu filho para o céu e a mim mesmo para o inferno", escreveu marie, em um bilhete ao namorado. "Tenho que morrer para que haja mil anos de paz na Terra. Deus me transformou em um anti-Cristo. Sou uma boa pessoa, mas Deus e o demônio me tornaram a pior pessoa no mundo. Estou muito envergonhada. Tenho muito medo. Vou pagar para sempre", acrescentou a americana, que tinha um histórico de problemas mentais.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:40  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

RIO - A prefeitura realiza desde o início da manhã desta quarta-feira uma operação de choque de ordem no local conhecido como cracolândia, na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio. Pelo menos 60 pessoas, entre elas menores de idade, foram detidas na ação, que está derrubando barracos usados para o tráfico de entorpecentes no local .
De acordo com o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, a área é usada pelo tráfico para a prostituição de menores. Segundo o delegado Fábio Cardoso, coordenador da secretaria de Ordem Pública, os menores se prostituiam no local para sustentar o vício em crack.
- A operação foi planejada em parceria com a DPCA e a Polícia Militar a partir de denúncias sobre menores que estariam no local praticando furtos e se prostituindo - afirmou em entrevista à Rádio CBN.
Ainda de acordo com o delegado, a prefeitura deve manter fiscalizações constantes no local para evitar que novos barracos sejam instalados na região.
Moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação ficaram revoltados. Segundo agentes que participaram da operação, eles estariam pagando aluguel aos traficantes da região. Apesar disso, segundo o secretário de Ordem Pública, os moradores que tiveram seus barracos derrubados na ação vão receber auxílio aluguel da Prefeitura do Rio.
Na terça-feira, Santa Teresa foi alvo ontem de uma operação Choque de Ordem. Foi retirado um caminhão parado há anos na altura do número 2.100 da Rua Almirante Alexandrino que servia de depósito para lixo reciclável. Em operação em Copacabana, um menor de 8 anos foi detido com um estojo de crack . Na ação, 72 moradores de rua foram recolhidos, entre eles 11 adolescentes e 11 crianças. Três facas, duas tesouras e uma serra foram encontrados com eles.


link do postPor anjoseguerreiros, às 13:29  comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Deputado estadual suspeito de pedofilia renuncia no PA

O deputado estadual Luís Afonso Sefer (sem partido) comunicou oficialmente sua renúncia à Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) nesta terça-feira. Sefer é suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos, por três anos consecutivos, quando a jovem trabalhava em sua casa. Pela acusação, ele é alvo de investigações de CPI da Pedofilia, da Casa Legislativa. Sefer era do Democratas, mas também perdeu a legenda depois de ser alvo da CPI da Pedofilia.
A renúncia foi informada oficialmente ao presidente da Alepa, Domingos Juvenil (PMDB) através de uma carta de cinco páginas, onde Sefer se diz vítima de perseguição política. No documento, que foi lido no plenário, pelo presidente da Casa Legislativa, ele se diz condenado pela opinião pública.
"Nos últimos meses, fui acusado de muita coisas. De maneira cruel, formaram opinião sobre o caso em que fui envolvido e sobre minha pessoa. De maneira unilaterial, formaram juízo de valor. Só ouviram um lado. Só deram crédito à acusação. Muitos dos que me condenaram não conhecem sequer uma folha do inquérito", afirmou o deputado em um trecho carta de renúncia.
Sefer está sendo investigado pela acusação de abuso sexual contra uma menina de 9 anos, que trabalhou em sua casa, por três anos consecutivos. O pai do deputado também é alvo de inquérito policial acusado de ameaçar, por telefone, a coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da CNBB, Irmã Henriqueta Cavalcante, por sua atuação na CPI da Pedofilia.
A religiosa denunciou o caso à polícia e, em uma acareação com o pai de Sefer, reconheceu sua voz, como sendo o homem que a ameaçou pelo telefone. O inquérito já foi enviado à Justiça.
Com a renúncia Sefer consegue driblar a perda de seus direitos políticos, pois é alvo também de três pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar, pelo PT, PSOL e PPS. A manobra veio antes que a Comissão de Ética da Assembléia Legislativa instaurasse o processo de cassação, pois o prazo para que isso ocorresse encerraria nesta quarta-feira. Com isso, mesmo que ele seja condenado no caso não corre risco de inelegibilidade.
Com a saída de Sefer, quem assume seu posto é o terceiro suplente Francisco Gualberto Neto, do Democratas.
Redação Terra

Colaboração de nossa leitora Celia Fernandes Ruiz

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:39  ver comentários (2) comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde aponta que em todas as faixas etárias a taxa de mortalidade é maior em mulheres

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revela que, em todas as faixas etárias, a taxa de mortalidade por infarto em mulheres é superior a dos homens. Na média, a cada 100 homens internados pelo Sistema Único de Saúde devido a um infarto, 11,89 morrem. Já entre as mulheres, a taxa de mortalidade é maior. São 17,95 mortes a cada 100 que são internadas.
A situação é semelhante em todas as faixas etárias. De 30 a 39 anos, por exemplo, a taxa de mortalidade das mulheres representa 13,33% do total de internações, enquanto, nos homens, a taxa cai para 5,61%. Na faixa de 80 anos, a taxa de mortalidade das mulheres é de 34,82% e a dos homens, 27,22% . Um dos maiores fatores de risco para a mulher é não distinguir os sintomas que causam o infarto. É possível diagnosticar a doença pela percepção dos seguintes sintomas: cansaço, falta de ar, náuseas, suor intenso, dores no queixo, pescoço e costas. Quando elas são surpreendidas com a doença, geralmente já têm um histórico de outras patologias que favoreceram o aparecimento do infarto. "As pacientes não acreditam que aqueles sintomas podem indicar infarto e vão ao médico tratar como outra doença, assim o diagnóstico é retardado e suas chances de cura diminuem”, alerta a cardiologista do Instituto Dante Pazzanese Elizabeth Regina Giunco Alexandre. Como as mulheres tendem a viver mais que os homens, o número de idosas com doenças cardiovasculares são maiores. A idade de maior risco para o sexo masculino é a partir de 45 anos e, para o sexo feminino, 55 anos, geralmente após a menopausa. Infartos em mulheres jovens, na maior parte das vezes, são decorrentes do uso de drogas e do tabagismo (o grande vilão da doença no sexo feminino). Mas a mulher geralmente enfarta quando já tem problemas de saúde como hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, diabetes e obesidade. Fatores hereditários também podem ser considerados de risco. É preciso ficar atento aos sintomas e aos fatores de risco para diagnosticar corretamente a doença e com maior agilidade. Assim, as chances de cura são maiores.
No dia 27 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde realizará um mutirão para detectar problemas de saúde relacionados ao coração.

Redação eAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:31  comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (4) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

Dr. Roger Abdelmassih, 65 anos , especialista en fertilização, acusado por mais de 60 mulheres de abuso sexual, estaria fechando as portas de sua clínica?
Leia a postagem anônima recebida no dia 07 de abril de 2009

"Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará."
Vejam este outro comentário deixado no blog do jornalista Paulo Lopes, dia 04 de abril:
"Este "pseudo médico" ao longo de sua carreira, desprezou todos os conceitos da ética, moral e dignidade, transformando sua clínica em um "verdadeiro escritório de negócios".Seu lema: "O negócio é faturar, danen-se as aspirações das mulheres quanto a maternidade".A cada denúncia fica evidente o quanto este "monstro" é ardiloso, vil e enganador.Considerava o abuso sexual como um "bonus".Sua vida pregressa deste antiprofissional demonstra e confirma métodos objetivando tão sómente a "arrecadação financeira", os métodos aplicados pouco importavam.A "prestação dos serviços" sempre ficou em segundo, terceiro, quarto plano.É surpreendente e inconcebível como este "MONSTRO" conseguiu chegar tão longe.Com mais esta denúncia a situação do médico estará um pouco pior. Se é que pode piorar ainda mais?Muitas evidências estão porvir, obviamente em desfavor deste "crápula".Aguardamos ansiosos os próximos capítulos."
Uma das vítimas do médico, Ivanilde Vieira Serebrenic também deixou seu comentário no blog do jornalista, refereindo-se à outra paciente que recentemente acusou o médico, não só de abuso , mas também de erro médico.
"À Vanúzia Leite meus sentimentos e solidariedade com toda a sua situação, pois nós que vivemos este drama sabemos e entendemos a dor de todas nós, que infelizmente nos marca de forma dolorosa, pois ocorre em um dos momentos mais importantes de nossa vida, que é a busca da maternidade.De qualquer forma, acredito que Deus é maior e vai nos livrar desta dor e a justiça dos homens deste "doutor".Quero aproveitar ainda para dizer que tenho recebido muitas informações de pessoas que tem provas irrefutáveis da conduta deste "doutor" em sua clinica não somente quanto aos abusos contra as mulheres , mas também igualmente importantes, horripilantes, vis e escabrosas quanto a conduta dos procedimentos de material humano dentro da clinica do "doutor".Esta conduta, de acordo com as informações não atingem somente pessoas, mas toda a própria sociedade.Uma destas pessoas,já foi ameaçada e corre toda sorte de riscos caso venha a divulgar estas informações e provas.Vejam a que ponto chega a situação, pois pelo que pude saber, somente com estas provas acredito que o "doutor" não teria salvação.De qualquer forma, fica aqui o meu apelo que de alguma forma informações e provas seja passadas aos responsáveis pelas investigações."
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:09  ver comentários (2) comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

RIO - O sequestro da namorada e da filha, de 1 ano, infernizou a vida do chefe do tráfico na Favela do Taquaral, Luiz Cláudio Cândido da Silva, o Claudinho Nonô, há duas semanas. Depois de pagar o resgate, que teria custado cerca de R$ 40 mil, o bandido ainda ficou desconfiado e teria matado sete integrantes da própria quadrilha. O caso está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU), já que as pessoas que levaram a jovem teriam se apresentado como policiais.
A confusão começou na tarde de sexta-feira, quando um carro fechou a Kombi onde estava a namorada do traficante. Homens de preto teriam descido do carro e disseram ao motorista que não se preocupasse porque era "coisa de polícia". Assustada, a mãe da jovem procurou a 34ª DP (Bangu). Levada à Delegacia Antisequestro (DAS), ela prestou depoimento, acusando policiais do Batalhão de Operações Especiais.
- Ela estava em contato com a filha o tempo todo, e a menina disse que seriam policiais do Bope, alguns fardados e outros não. Segundo a mulher do traficante, eles estariam exigindo dinheiro para a liberação. A DAS investigou o caso e o encaminhou à Corregedoria, por se tratar de possível desvio de conduta - disse o delegado Marcus Reimão.
A jovem ligou para a mãe, pedindo que ela não se envolvesse, porque o "Nonô resolveria a situação".
- Falaram que os sequestradores queriam armas e dinheiro que o traficante Aranha (Juarez Mendes da Silva) teria deixado enterrado antes de morte - disse um policial.
O caso foi levado à Corregedoria Geral Unificada (CGU) e voltou para investigações na 34ª DP. PM faz operação na Taquaral
Segundo informações do 14º BPM (Bangu) e do Disque-Denúncia (2253-1177), Claudinho Nonô teria ordenado a morte de sete comparsas, suspeitando que eles teriam dado informações sobre o paradeiro da filha e da namorada. Na tarde desta segunda-feira, a polícia realizou uma operação na Favela do Taquaral para confirmar essa informação, mas não conseguiu. Os corpos estariam enterrados em uma localidade da favela conhecida como Morro do Céu.
- Estamos levantando isso (a morte de sete pessoas), mas até agora não procede. Estamos fazendo operações de inteligência para levantar esse caso - explicou o coronel Pedro da Silva, comandante do batalhão.
Segundo o delegado João Luiz Garcia, da 34ª DP (Bangu), não foram feitos registros de mortes dentro da Favela do Taquaral.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

Saiu a lista de indicados ao Prêmio Eisner, o Oscar dos quadrinhos. E o paulista Gabriel Bá está entre eles, com três indicações: Melhor Reimpressão ("The Umbrella Academy, Vol. 1: Apocalypse Suite, deluxe edition"); Melhor Ilustrador (pela mesma série da Dark Horse); e Melhor Capista ("Casanova", da Image).
"The Umbrella Academy", que deve sair em breve no Brasil, pela Devir, também foi indicada nas categorias Melhor Capista (James Jean) e Melhor Colorista (Dave Stewart). Veja aqui a lista de indicados. Os vencedores serão anunciados em julho, na Comic-Con de San Diego.
- Conversei com o pessoal da Devir há poucos dias e não deve demorar para "The Umbrella Academy" sair - diz Bá por telefone. - Eles só estão à espera da chegada dos arquivos digitais. Já está até traduzido.
Na edição do Prêmio Eisner do ano passado Gabriel Bá e o irmão gêmeo Fábio Moon saíram com duas estatuetas cada um. Saiba mais aqui.


fonte:http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada/
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:56  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

PARIS - Pela primeira vez, cirurgiões realizaram transplantes simultâneos de rosto e mãos em um mesmo paciente, um homem de 30 anos que tinha sofrido graves queimaduras durante um acidente em 2004. O feito aconteceu no hospital Henri Mondor de Créteil, próximo a Paris, entre os dias 4 e 5 de abril. A cirurgia, que mobilizou 40 profissionais, durou mais de 30 horas.
Segundo um comunicado divulgado pela instituição nesta terça-feira, o transplante do rosto foi conduzido pelo professor Laurent Lantieri e o médico Jean-Paul Meningaud (do Henri Mondor), e o das mãos pela equipe do cirurgião Christian Dumontier (do Hospital Saint-Antoine).
- A cirurgia foi um sucesso e o paciente está bem - disse o chefe da equipe Laurent Lantiéri.
A equipe envolvida não é a mesma que ficou famosa em 2005, quando o primeiro transplante de rosto do mundo foi realizado, também na França. Lantiéri, porém, já tinha realizado três dos seis transplantes de rosto já feitos no planeta, incluindo uma no fim do mês passado, em um homem de 28 anos que teve a maior parte do rosto desfigurada por um tiro de pistola..
Todo o rosto dos lábios para cima - nariz, orelhas, testa e pálpebras - além do couro cabeludo, nervos, artérias e veias foram transplantados. Lantiéri afirmou que é a primeira vez que as pálpebras são incluídas num transplante. O doador foi um homem que havia sofrido morte cerebral.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:49  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO