notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
3.3.09

Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Alguns animais ganharam franjas e apenas Mona ganhou aspecto de poodle.

Mona virou atração e está atraindo grande atenção de visitantes em uma fazenda comunitária na cidade de Doveton (Austrália). Tudo porque os seus criadores resolveram dar à alpaca um visual de poodle! Criadores retiram a lã das alpacas para fazer casacos. Quem já foi ao Chile e ao Peru certamente viu um monte deles, em várias cores. Mas os australianos resolveram dar aos animais da fazenda um estilo diferente.

Enviado por Fernando Moreira -
03/03/2009-
16:42

link do postPor anjoseguerreiros, às 20:32  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar


Suspeito é baixo, magro e tem pele escura.Políciais estão em Praia de Pipa e fazem buscas.

A Polícia Civil de Tibau do Sul (RN) divulgou, na manhã desta terça-feira (3) o retrato falado do suspeito de ter assassinado o turista sueco Gert Bjorn Skyitte Sandgren na madrugada do domingo (1º), na Praia de Pipa (RN).
Segundo a polícia, um vigia da pousada em que Gert estava hospedado com a esposa conseguiu descrever o suspeito. Seria um sujeito baixo, magro, de pele escura e cabelos curtos.
O vigia disse, de acordo com informações da polícia, que não conseguiu ver com clareza o rosto do suspeito, por causa da baixa luminosidade e pelo fato de o homem usar um capuz.
Uma equipe da polícia está, nesta terça-feira, na Praia de Pipa e realiza buscas para encontrar o suspeito.

Assalto
De acordo com relatos de testemunhas, registrados no boletim de ocorrência, o suspeito do crime teria tentado assaltar a pousada. O homem chegou ao local armado e encapuzado, rendeu o vigia e depois seguiu para um dos chalés, onde a vítima estava hospedada junto com sua mulher.
Ao tentar entrar no chalé, o criminoso teria assustado a mulher do sueco, que gritou. Com a reação, ele atirou e fugiu do local. O turista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:25  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar

Nova lei garante o direito das mães solteiras de nomear responsáveis legais por seus filhosTamanho da fonte

A partir de abril, na Grã-Betanha, mulheres que tiveram filhos usando a técnica de inseminação artificial poderão nomear o pai ou "segundo responsável legal" pelas crianças. A lei permite que as mães escolham qualquer pessoa, inclusive do mesmo sexo, desde que seja em comum acordo.
De acordo com a Autoridade de Embriologia e Fertilização Humana britânica (HFEA, na sigla em inglês), a única exceção é para pessoas que tenham parentesco próximo ao da mãe, como seus pais e irmãos. Os opositores da medida, segundo a BBC Brasil, afirmam se tratar de mais um "golpe" à instituição familiar. Ruth Deech, ex-diretora da HFEA, fez críticas à legislação por colocar os direitos da mãe acima dos interesses do filho. "É uma falsificação da certidão de nascimento. Este documento deveria ser um registro verdadeiro das origens genéticas do bebê", disse Ruth Deech ao jornal The Sunday Times. Ainda segundo a BBC, o Departamento de Saúde britânico defende que a medida servirá para identificar a responsabilidade legal de pais não casados que recorreram a um doador de esperma anônimo.

Daniella Cornachione


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:16  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar





Segundo a meteorologia, tempo deve continuar assim até o fim de semana.Temperatura mais alta do ano no estado foi registrada em Campos: 39º C

A onda de calor que vem castigando cariocas e fluminenses – ou pelo menos aqueles que não podem se refugiar na praia – deve permanecer até o fim de semana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que registrou nesta terça-feira (3) a maior temperatura do ano em todo o estado do Rio de Janeiro: 39º C, em Campos, no Norte Fluminense. Antes disso, o recorde de temperatura de 2009 estava com o município do Rio, após os termômetros da Praça Mauá, na Zona Portuária da cidade, indicarem 38,5º C na última sexta-feira (27).Esse calor “animal” levou até o Zoológico do Rio a fazer alterações na alimentação dos bichanos. Além de frutas suculentas como abacaxi, laranja e melancia, o cardápio passou a incluir picolés de frutas para espécios como o macaco Aranha e a chimpanzé Cássia.
Segundo o Rio Zoo, o picolé é feito com a própria fruta, água e muito gelo e não leva açúcar. Os veterinários implementam a iguaria na dieta dos bichos apenas em dias muito quentes.
O urso pardo Trina não só tomou um picolé de frutas como aproveitou para se refrescar tomando um banho, mesma escolha da elefanta Coala nesta terça-feira de calor intenso na cidade.

Sem previsão de frente fria
Segundo o meteorologista Almerino Marinho, a culpa para essa escalada de temperatura no estado é de um sistema de alta pressão, chamado de anticiclone subtropical:“Ele está avançando mais para o continente e inibindo a formação de nuvens, deixando o ar mais seco. Com isso, a temperatura sobe mais”, explica.
Segundo o meteorologista do Inmet, a temperatura deve permanecer alta até o fim de semana, com previsão de chuvas localizadas a partir desta quarta-feira (4). No sábado, pode haver ainda pancadas de chuva, com trovoadas:
No Rio, a temperatura máxima desta terça foi de 38,2ºC, na Praça Mauá, na Zona Portuária. Já a mínima foi de 21,7ºC em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.
Para esta quarta, a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas, segundo o Inmet. Já a temperatura pode chegar a 37º C.

fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:12  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

MANAUS - Cansada das discussões violências do filho de 23 anos com a companheira dele, de 36, uma dona-de-casa do bairro Jurunas, em Belém do Pará, resolveu acionar a polícia para dar um basta na situação. Maurício Dias de Oliveira e Kleiry Nanci Gomes de Quadros foram apresentados na Delegacia do Jurunas depois de se agredirem na manhã desta segunda-feira. Ele, com arranhões nos braços e um pequeno ferimento no rosto, e ela, com um corte na axila provocada por um golpe de caco de telha, foram conduzidos à presença de um delegado por policiais militares.
Morando juntos há três anos, os dois, diz a polícia, são dependentes de cocaína e têm um comportamento, descrito na delegacia pela mãe de Maurício, como 'agressivo e possessivo'.
A dona-de-casa, que pediu para não ser identificada, contou ter decidido denunciar o casal depois que Kleiry Nanci invadiu a casa dela para agredir Maurício. Kleiry Nanci teria encontrado o rapaz dormindo com a ex-mulher em um quarto da casa da mãe dele.
Descontrolada com a traição, Kleiry quebrou objetos da casa, se armou com um pedaço de telha e partiu contra o rapaz. Ele tentou se defender, desarmou a mulher e acertou o caco de telha na axila esquerda da companheira. Maurício foi autuado em flagrante pela Lei Maria da Penha.

link do postPor anjoseguerreiros, às 16:07  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

SÃO PAULO - Uma menina de cinco anos morreu na manhã desta terça-feira depois que um balanço caiu sobre ela no Centro de Educação Infantil (CEI) do Espinheiros, em Joinville (SC). A menina se chama Kelly Krueger e teria morrido na hora.
A menina Camila da Silva, de quatro anos, também estava no brinquedo e ficou ferida. Ela foi levada para o Hospital Infantil Jéser Amarante Farias, mas não corre risco de morte. Após o acidente, os pais das crianças que estudam no CEI foram chamados e as aulas, interrompidas.
O acidente teria ocorrido por volta das 9 horas, quando as meninas brincavam juntas no balanço do parquinho. A estrutura de madeira que segurava as cadeirinhas cedeu e caiu em cima das duas crianças.
Peritos da Polícia Civil analisaram o local do acidente antes de levar o corpo da menina para o Instituto Médico Legal (IML) de Joinville. A família de Camila da Silva está com a menina no Hospital Infantil. A mãe, Sueli da Silva, contou que a filha passa bem, está falando bastante e pediu um chocolate após ser atendida.
- Nós consideramos essa morte uma fatalidade, sem culpados. Não há revolta, apenas lamentação - disse Sueli.
Em frente ao CEI, o clima era de tristeza e indignação. Um grupo de mães que voltava para buscar os filhos reclamava da estrutura do parquinho. Segundo elas, os brinquedos estavam em estado precário e sem garantias de segurança para as crianças.
- Os brinquedos estão velhos, com pregos enferrujados, mas mesmo assim os professores levavam os aluninhos para brincar lá - disse Josefina de Ávila Pereira, 21 anos, que foi busar o filho Gabriel depois de saber da tragédia.
A assessoria da Prefeitura afirmou que todas as medidas serão tomadas para auxiliar as famílias das duas meninas. Segundo a assessoria, a família de Kelly seria de Lages, onde a menina possivelmente será enterrada.
O Centro de Educação Infantil do Espinheiro foi isolado pela polícia e deve continuar fechado por tempo indeterminado. Uma nota oficial será divulgada pela Prefeitura na tarde desta terça-feira. O secretário municipal de Educação, Marquinhos Fernandes (PT) estava em Florianópolis e deve voltar para Joinville ainda nesta tarde.


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:42  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

CHICAGO - Assistir televisão não ajuda a deixar os bebês mais espertos, afirmaram pesquisadores americanos nesta terça-feira. O estudo, divulgado na revista "Pediatrics" deste mês, avaliou 872 bebês e não encontrou ligação entre a quantidade de TV assistida e um aumento na capacidade cognitiva das crianças.
Os bebês envolvidos na pesquisa assistiram, em média, uma hora de televisão diariamente a partir dos seis meses, e 1,4 horas a partir de dois anos. Segundo os pesquisadores, hoje em dia, 68% das crianças com menos de dois anos assistem algum tipo de programa na televisão ou no computador.
Porém, a recomendação da Academia Americana de Pediatria é que, até completar dois anos, a criança nunca assista televisão, nem mesmo aqueles programas que são anunciados como educacionais. O estudo também aponta que crianças de famílias com renda mais baixa passam mais tempo na frente televisão.
Para verificar se a televisão teria um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos bebês, os pequeninos fizeram provas de vocabulário, desenho e associação aos seis meses e de novo ao três anos. As crianças que assistiram mais televisão neste período tiveram um desempenho levemente pior do que os que assistiam pouca ou nenhuma TV.
"Ao contrário do que muitos pais pensam, a televisão não acelera o desenvolvimento cerebral dos bebês nos dois primeiros anos de suas vidas", escreveu a médica Marie Schmidt of Children's Hospital Boston, que coordenou o estudo que incluiu pesquisadores da Harvard Medical School e da Harvard Pilgrim Health Care.
O estudo confirma pesquisas anteriores, que mostram que a televisão traz poucos benefícios para o aprendizado de crianças e adolescentes. Além de não beneficiar suas funções cognitivas, crianças que assistem muita TV correm mais risco de serem obesas, sofrerem de distúrbios de atenção e terem asma e insônia ao longo da vida.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:26  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Cientistas dos Estados Unidos e da França anunciaram a descoberta de um tecido cerebral de 300 milhões de anos - o mais antigo exemplar do tipo já encontrado.
O tecido foi recuperado de uma bolha dentro da caixa craniana do fóssil de um precursor extinto das quimeras, conhecido como iniopterygian, e foi achado no Estado americano do Kansas.
Em artigo na revista Proceedings of the National Academy of Science, os pesquisadores afirmaram que a descoberta abre um novo caminho para o estudo da evolução dos peixes e do desenvolvimento do cérebro em animais vertebrados.
"Até agora, os paleontologistas estudavam os formatos da cavidade craniana de fósseis para pesquisar a morfologia cerebral, pois nunca haviam encontrado 'tecido mole'", explicou Alan Pradel, do Museu Nacional de História Natural de Paris, e um dos autores do artigo.
Com a ajuda de técnicas de tomografia, cientistas do European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, na França, criaram um modelo em 3D do que seria o cérebro do iniopterygian encontrado.
Segundo os cientistas, o órgão era simétrico e tinha dimensões milimétricas. Como ocorre em muitos vertebrados pouco desenvolvidos, o cérebro desse peixe parava de crescer, enquanto a caixa craniana continuava se expandindo.
Além disso, o cérebro também apresentava um grande lóbulo relacionado à visão e uma pequena secção destinada à audição. A presença de canais de audição em um plano horizontal também permitiu aos cientistas entender que o animal podia detectar movimentos laterais, mas não verticais.

Iniopterygian
É um precursor das atuais quimeras, que por sua vez, são "parentes" dos tubarões e das arraias.
No início da era paleozoica, o peixe já apresentava características bastante peculiares, como o crânio gigante, dentes dispostos em fileiras, uma cauda "armada" com uma clava, e enormes nadadeiras peitorais dotadas de espinhos ou ganchos em suas pontas. A maioria tinha em média 15 cm de comprimento.
"Até hoje, não conhecíamos nada disso, e se trata de um animal realmente bizarro", afirmou John Maisey, curador de paleontologia do Museu Americano de História Natural, em Nova York, e também autor do artigo.
"Mas agora sabemos que podemos procurar por mais cérebros em fósseis muito antigos e começar a entender melhor sobre eles", disse Maisey. "A evolução cerebral é crucial na história dos vertebrados."


link do postPor anjoseguerreiros, às 14:24  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

Um bebê de cinco meses morreu na segunda-feira (2) em uma creche de Embu-Guaçu (Grande São Paulo). Beatriz Rafaela Cruz Silva pode ter sido vítima de sufocamento. Ela foi encontrada por uma das funcionárias da Escola Municipal Jonas Gomes Souza com sangue no nariz e deitada de bruços, sobre um travesseiro.
A criança foi deixada na creche às 7h30 pela mãe, depois de ter mamado em casa. Beatriz tinha rejeição ao leite oferecido na escola e, por isso, chegava alimentada todos os dias, mas não apresentava histórico de refluxo.
Na segunda, assim que chegou, foi trocada por uma funcionária de 46 anos, que cuidava de mais cinco bebês, e colocada em um chiqueirinho (cercado de rede para proteção), chorando e de barriga para cima.
"Quando Beatriz parou de chorar, ela foi ver o que tinha acontecido e percebeu que [a criança] estava mole", disse a delegada Bruna Racca Madureira, de Embu-Guaçu. A polícia abriu inquérito de morte suspeita.
"A mãe não acredita que tenha havido negligência. Disse que a filha era bem cuidada na escola", disse a delegada. A prefeitura declarou ter sido uma fatalidade.

ADRIANA FERRAZ

do Agora
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:38  comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

O blog do jornalista Paulo Lopes publicou hoje, nova notícia sobre o caso do médico Roger Abdelmassih, especialista in fertiliziação, acusado de abuso sexual por mais de 60 vítimas
Reproduzimos na íntegra sua publicação , ressaltando que ele é o único repórter, que tem se empenhado em fornecer notícias sobre o caso.


Ocorreu há dez anos, mas a empresária Ivanilde Vieira Serebrenic (foto), 43, disse que ainda chora ao lembrar do abuso que sofreu de Roger Abdelmassih, 65, especialista em fertilização in vitro.
As últimas semanas lhe foram difíceis, afirmou, porque teve de relatar a violência várias vezes a jornalistas. Mas isso não significa que esteja esmorecida. “Não tenho medo e vou até o fim [nas acusações ao médico]”, disse por escrito a este blog.
Escreveu que deseja encontrar o médico (ela não cita o nome de Abdelmassih nenhuma vez) diante de um tribunal e encará-lo, para ver se ele terá coragem de negar o abuso.
Segue a íntegra das declarações de Ivanilde, com parágrafos abertos pelo blog para facilitar a leitura:
“Sou Ivanilde Vieira Serebrenic, uma das mulheres que resolveu aparecer para dar minha contribuição. Quando tomei coragem de vir a público foi no sentindo também de tirar de dentro de mim esta dor que durante quase 10 anos me fez sofrer, principalmente quando ligava a TV e via este homem sendo tratado como santo. Só quem passou por isso sabe o que estou falando.
Neste último mês passei por momentos horríveis, pois tive que falar com várias pessoas da imprensa e relatar com todos os detalhes para as autoridades.
Tive momentos de náuseas, tremores, tenho chorado com frequência, tenho tido vontade de ficar só. Apenas pelo fato de estar escrevendo aqui já começo a chorar. Gente é muito ruim.
E ainda tem o fato dele ter retirado a minha trompa que nunca antes tinha tido qualquer tipo de diagnóstico de que teria infecção, me sinto mutilada.
GENTE, eu não tenho medo. VOU AGORA ATÉ O FIM.
O meu maior desejo é poder estar diante dele na presença de um juiz e olhar na cara dele pra ver negar.
Adoraria que outras mulheres também viessem a público. Estou recebendo o maior apoio dos promotores e também da delegada. Vamos lavar nossa alma para que esta pessoa não faça mais isto com outras mulheres.
Eu poderia ficar anônima também, seria bem mais cômodo.
Graças a Deus não engravidei lá. Tenho hoje os meus trigêmeos com 7 aninhos que vieram com a graças de Deus e pelas mãos de outro médico. Agradeço a Deus todos os dias pois se tivesse engravidado lá não teria coragem de fazer DNA.”

Celso Serebrenic participou dos comentários dizendo:
Complementando as informações da minha esposa que se identificou, (Ivanilde Vieira Serebrenic), quero reafirmar o nosso desejo de ver triunfar a justiça dos homens em relação a esse "doutor" que tanta dor tem causado a muitos casais, com consequencias para alguns ainda mais dolorida, que foram os casos de separção, ou seja, a destruição de um lar.Por outro lado,se este "doutor" está se cercando de advogados renomados, de elevado custo, demonstra o seu temor ante a verdade, pois estes profissionais do direito usam de todos os meios para defenderem seus clientes, principalmente de medidas protelatórias, como usaram ao defender o "ilibado" cidadão José Dirceu, um dos principias acusados pelo Procurador Geral da Republica como o "chefe" da quadrilha do mensalão.

De minha parte como marido, sempre acreditei que um dia este "doutor" seria punido não pelas minhas mãos ou de qualquer outra vitima, por mais indignado que sempre estive, pois estaríamos nos nivelando por baixo e nos igualando a este "doutor".

Acredito de maneira muito firme e com fé, de que as autoridades que estão a frente deste caso, que felizmente tive a oportunidade de conhecer, como é o caso da Delegada da Delegacia da Mulher, Promotores do Gaecco de que a justiça será feita.

A imprensa tem tido e terá sempre um papel importante neste caso, por principalmente permitir que outras vitimas tomem conhecimento e também deem seu depoimento.

Igualmente este espaço livre e democratico nos ajuda a divulgar e comentar este tão triste, lamentável e doloroso caso que machuca no mais intimo das pessoas que é o desejo de ter um filho, pois como todos sabemos a FAMILIA É BASE DESTE MUNDO DE DEUS.

Que Deus nos ajude nesta caminhada!
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:21  ver comentários (1) comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

Firefox conseguiu, finalmente, ultrapassar o Internet Explorer em participação de mercado. A versão 3.0 do browser da Fundação Mozilla terminou o mês de fevereiro com participação de 19.28% no segmento dos navegadores de internet, contra 19,14% do Internet Explorer 6, browser da Microsoft.
Os dados são da Net Applications e refletem as movimentações no segmento apenas durante o mês de fevereiro.
Enquanto isso, o Internet Explorer versão 7 continua sendo o browser mais usado no mundo, ainda de acordo com a mesma pesquisa. O browser tem 47,81% de participação no segmento.
Desde agosto de 2008, o Firefox 3.0 cresceu 7,74% em participação de mercado. No ranking dos navegadores mais usados, depois dele e do Internet Explorer 6 vêm o Safari, da Apple, em sua versão 3.2, com 4,34%, seguido da versão 3.1 do mesmo browser, com 2,49%. No final da lista vem o Firefox 2.0 (descontinuado), com 2,3%.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:25  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

BELO HORIZONTE - Uma criança de 4 anos foi arremessada do carro em acidente em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte. O pai da menina perdeu o controle do veículo e bateu violentamente contra um poste. Pedaços do carro ficaram espalhados pela rua. A criança, que estava sem cinto de segurança, foi arremessada para fora do veículo e teve traumatismo craniano. O motorista também ficou gravemente ferido.
Em Curitiba, na última quarta-feira, um menino, também de 4 anos, foi arremessado para fora de um carro em movimento. Ele teve ferimentos na perna e a irmã, de 8 anos, que também estava no veículo, feriu levemente a cabeça. O pai das crianças, um tatuador, foi preso em flagrante por lesão corporal e ameaças contra as crianças e a mãe delas, sua ex-mulher, que estava no banco do carona.
Testemunhas que acionaram a Polícia Militar disseram que o pai das crianças dirigia o carro em alta velocidade, fazendo manobras perigosas e discutindo com a ex-mulher, com quem foi casado por 10 anos e teria se separado há três meses. A mulher estaria sendo agredida por ele. Após um cavalo-de-pau (freada brusca), na Rua Victor Benato, o menino foi arremessado para fora do veículo, provavelmente porque a porta não estaria bem fechada. A mãe disse inicialmente à polícia que não sabia como o garoto teria se machucado.
Porém, uma testemunha que acionou a polícia confirmou que a porta se abriu e o garoto caiu do carro com o movimento brusco. A testemunha ainda afirmou que o pai chutou o menino caído, já que a briga teria continuado após a parada do veículo.
Os pais foram encaminhados para depoimento no 3º Distrito de Polícia Civil, que passou o caso à Delegacia da Mulher, que decretou prisão em flagrante do homem por tripla lesão corporal e ameaça, baseando-se na Lei Maria da Penha. A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito na condição de vítima.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:03  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

SYDNEY - Os brasileiros ficaram de fora da disputa pelo chamado "melhor emprego do mundo", oferecido à pessoa que queira ser vigia da paradisíaca ilha de Hamilton, no estado de Queensland, na Austrália, conforme informou nesta terça-feira a organização do concurso.
O estado de Queensland anunciou o nome dos 50 finalistas, em uma lista em que nenhum dos mais de 700 brasileiros que se inscreveram para tentar conseguir o emprego consquistou vaga.
Entre os 50 selecionados, que saíram de uma lista de mais de 34 mil candidatos, estão cidadãos de 22 países, em sua maioria de Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Itália e França.
- O processo de seleção foi muito estrito, tratamos como qualquer processo seletivo de trabalho, e foi realizado com integrantes do departamento de Turismo de Queensland e de uma empresa de recursos humanos - explicou à Agência Efe uma porta-voz do departamento de Turismo.
O nome da pessoa selecionada, que receberá US$ 100 mil por seu trabalho, será anunciado no próximo dia 6 de maio.
Com o concurso, a organização espera promover a ilha de Hamilton, a Grande Barreira de Corais e as praias tropicais de Queensland.
A oferta de trabalho inclui as passagens de avião e alojamento de luxo, e a única condição para que a pessoa tenha acesso ao emprego é que ela nade, conheça gente, faça turismo, ou seja, se divirta, para depois explicar suas experiências através da internet. O ganhador deverá fazer fotos, gravar vídeos e publicar semanalmente informações em um blog.
O concurso faz parte da campanha à qual o governo de Queensland destinou mais de US$ 1 milhão.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:33  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO