notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
16.2.09
Foto: Sala de recepção no Hospital Universitário de Zurique (imagem: Mark Röthlisberger/Municipalidade de Zurique)
Alexander Thoele ,jornalista, que vive e trabalha na Suiça há sete anos, conversou hoje de manhã, por telefone como o pai da brasileira Paula Oliveira:
“Fui orientado pela polícia a não falar com a imprensa. Eles até me perguntaram quem havia dado as últimas informações publicadas no Brasil. O tom de voz estava bem fraco, o que mostra seu abalo emocional com os acontecimentos dos últimos dias. “Estou há vários dias sem dormir”.

Como está o estado de saúde da sua filha?
Paulo Oliveira: Ela está sangrando há cinco dias no hospital, expelindo coágulos. Ela alterna entre estados de consciência e sono. A minha filha está sob choque. Eu tenho estado o tempo todo com ela. Também os médicos recomendaram que a televisão e o rádio fossem retirados do seu quarto.
Já há uma previsão de quando ela irá receber alta?
Por enquanto não há nenhuma previsão de retorno.

Como o senhor avalia as reações aos acontecimentos?
Olha, a imprensa foi só chamada para divulgar o que ocorreu, pois a polícia não queria me dar informações. Em primeiro lugar eu pedi auxílio ao corpo diplomático. Eles receberam por escrito uma carta, na qual a polícia dizia que estava tudo sob sigilo e que as investigações estavam em andamento. Por isso eu vim à Suíça. Quero dizer aqui que não tinha nenhuma intenção de agredir o povo suíço. Eu só estava tentando ajudá-la.

O senhor tem conversado com a sua filha?
Nós não estamos conversando muito. Eu estou com ela somente. Queria dizer que ela é uma menina que não gosta de aparecer. Ela é tímida, mas muito inteligente. Nunca teve problemas em nenhum lugar. É uma pessoa muito querida por todos. Mas agora estou vendo uma filha sangrando e vejo o corpo dela cheio de marcas. Olha, desculpe-me, mas não posso falar mais.
E desligou o telefone.

Segundo o jornal “O Globo”, o governo brasileiro está discutindo a possibilidade de Paula retornar ao Brasil. A repórter Deborah Berlinck conta ainda que existe um mistério em relação ao namorado da brasileira, Marco Trepp, que desapareceu depois que o caso estourou. À repórter o pai disse que teve muito pouco contato com ele e que não estaria mais no apartamento onde vivia com ela.
Eu tentei também ligar pela manhã, mas o telefone foi simplesmente desligado.

Alexander Thoele, jornalista e blogueiro, nasceu em Niterói (RJ) de um pai baiamão (mistura de baiano com alemão) e mãe santista, mas sempre conta às pessoas que é carioca da gema. Vive e trabalha na Suíça há sete anos. Por falta de praia, gosta nas horas livres de subir e descer montanhas, comer chocolate e tentar modernizar a cozinha helvética através de criações culinárias como “fondue” de gorgonzola ou “raclette” de queijo coalhado.
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:48  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
blogs SAPO