notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
29.1.09
RIO - Verão e carnaval: uma combinação que costuma encher os salões das academias. Além de espelhos para conferir se está tudo no lugar, você sabe o que procurar numa academia? Criar um padrão mínimo de qualidade administrativa, de instalações e equipamentos e de pessoal nas academias é o que busca o Conselho Regional de Educação Física da 1 Região (Cref), que abrange os estados do Rio e do Espírito Santo. A entidade acaba de criar um manual de orientação para credenciamento de empresas prestadoras de serviços de atividades físicas, conforme informa a reportagem de Luciana Casemiro no Globo desta quarta-feira. Os parâmetros, que foram discutidos durante todo o ano passado com o setor, começam a ser implementados, de forma piloto, em academias espalhadas por diferentes regiões dos dois estados. A idéia é orientar empresários, bem como dar aos alunos munição para uma avaliação.
- A idéia do manual é criar parâmetros que possam ser aplicados tanto pelas grandes academias quanto pelas pequenas. Uma das coisas mais importantes é a existência de uma política de avaliação que colha informações periodicamente e possa servir para criar uma planilha de risco daqueles alunos. Além do manual, temos um projeto de tipificação de academias, segundo o risco de seu público-alvo. Quanto maior o risco, caso de uma academia que trabalhe com recuperação de cardiopatas, maior a exigência de treinamento e equipamento para socorro - explica Luiz Antônio Pereira de Almeida, conselheiro dos conselhos regional e federal de Educação Física, acrescentando que haverá um selo para identificar os estabelecimentos conformes.
A proposta do Cref é classificar os centros de práticas desportivas em cinco tipos, que vão daqueles sem supervisão, caso de espaços públicos ou quadras de condomínios, aos que oferecem programa de exercício supervisionado, onde se prevê inclusive um médico na equipe profissional. Este é o caso, por exemplo, do Espaço Stella Torreão, no qual há um médico durante todo o horário de funcionamento. Um "luxo" que garantiu a Cláudia Vasconcellos pronto atendimento ao ter uma arritmia cardíaca:
- Senti um mal-estar enquanto fazia esteira. Descrevi os sintomas ao professor, que me levou ao médico. Ainda dentro da academia fiz um eletro, mas acabei sendo transferida para o hospital. Ao voltar, tive de fazer uma readaptação numa sala monitorada por cardiologista, até estar apta para a rotina. Sem esses cuidados, minha situação poderia ter se agravado.
O Cref recebe denúncias e fornece informações pelo telefone 2567-0789. No segundo semestre de 2008, 1.729 estabelecimentos foram fiscalizados e 84 pessoas foram flagradas no exercício ilegal da profissão. O conselho realizou ainda uma operação especial, em parceria com a Delegacia do Consumidor, na qual, das 55 academias fiscalizadas, 39 foram notificadas por não ter registro, e 11 foram interditadas.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:23  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO