notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
23.2.09
Mais de 34 mil pessoas de diversos países se candidataram ao "melhor emprego do mundo", com a esperança de receber um salário para cuidar das praias de uma ilha australiana, anunciaram as autoridades do Estado de Queensland (leste da Austrália).
Mais de 7.500 candidaturas enviadas no último momento neste fim de semana, o que elevou a quantidade de candidatos ao posto de zelador da ilha tropical de Hamilton, uma área paradisíaca na grande barreira de corais, a 34.684 pessoas, informou o governo local.
"A reação foi fenomenal e muito superior ao esperado", afirmou o secretário de Turismo de Queensland, Anthony Hayes.
Divulgação
Para governo de Queensland, na Austrália, vaga oferece "o melhor emprego do mundo"
Os americanos foram os mais numerosos, com 11.565 candidaturas, seguidos pelos canadenses (2.791) e australianos (2.064). Além do salário de US$ 105 mil, o escolhido receberá as passagens de avião para a ilha.
Ele ou ela, que deve ter no mínimo 18 anos, terá por missão tomar sol, vagar pelas praias de areia branca, explorar o fundo do mar, realizar "pequenos trabalhos" e alimentar a cada semana um blog com fotos e vídeos.
O zelador, que se hospedará em uma residência luxuosa com piscina e campo de golfe, deve ser um bom nadador, com facilidade de comunicação e capacidade para ler e escrever em inglês.
No mês passado, o site do Estado de Queensland travou devido ao número de visitas superior ao esperado. "Fomos inundados, com aproximadamente 300 mil consultas ao portal na terça-feira", disse à época Nicole McNaughton, porta-voz do governo do Estado.
No início de maio será feita uma seleção final na ilha de Hamilton com 11 candidatos. O eleito começará a trabalhar no dia 1º de julho.

da France Presse, em Sydney
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:40  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
blogs SAPO