notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
27.1.09
Rio - Um grupo de 40 professores, do Colégio Paulo Freire, vai percorrer o 'Caminho Darwin', que atravessa 2, 2 km do Parque Estadual da Serra da Tiririca, por onde o naturalista inglês, autor da teoria da evolução das espécies, passou em 1832, quando esteve no Brasil. O bicentenário do nascimento de Charles Darwin é comemorado este ano, com importância mundial. O evento será realizado amanhã, às 15h. O encontro no parque será na Unidade de Conservação do Inea, da Secretaria estadual do Ambiente.
Segundo André Ilha, diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Inea, da Secretaria estadual do Ambiente, "o projeto conceitual Caminho Darwin é objeto de cooperação técnica com a UFF (Universidade Federal Fluminense).
- Será realizado um concurso interno para escolher o projeto dos marcos e sinalização interpretativa. Com isso, garantimos transparência e participação de diferentes setores sociais nas iniciativas de governo e na gestão das áreas protegidas - disse ele.
A área está sendo preparada para funcionar como uma grande sala de aula ao ar livre. "A Mata Atlântica que tanto fascinou Darwin, e o conhecimento científico legado por ele são elementos a serem trabalhados com alunos de diversas faixas etárias", complementou Evandro Sathler, coordenador do projeto Caminho Darwin.
Criado em 1992 graças a uma intensa mobilização comunitária, o Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset) é um polo de ecoturismo e lazer na Região Oceânica de Niterói e motivo de vários investimentos. Sua subsede foi reformada, com a implantação do Posto de Informação ao Visitante; recuperação, limpeza e sinalização das trilhas e acessos, com 40 placas em padrão internacional; produção de folhetos e cartazes informativos, e aprimoramento do serviço de combate a incêndios. Estão previstas, ainda, através de convênio com a UFF, a construção de passarelas, rampas para cadeirantes e placas em linguagem Braille, para deficientes visuais.
Randal Keynes, tataraneto de Darwin, está acompanhando as homenagens ao redor do mundo, e emocionou-se com a que o Brasil prestou a uma das maiores celebridades de todos os tempos. As comemorações envolvem, ainda, uma réplica do navio Beagle, partindo da Inglaterra com destino a Salvador e, em seguida, a Niterói, onde Darwin conheceu o Parque e deslumbrou-se com sua diversidade biológica. Uma visita à Fazenda Itaocaia, em Maricá, onde hospedou-se Darwin, em 1832, consta das celebrações.
- Com 2.260 hectares, o parque protege áreas de Mata Atlântica, restinga, mangue e banhados, o que o torna um refúgio para a fauna e uma área de crescente interesse para a pesquisa científica e educação ambiental - informou Adriano Lopes de Melo, administrador do Peset.
- Além disso, o local atrai visitantes em grupos para atividades como caminhadas, mergulho, escalada e rapel. Seu ponto mais elevado é o Alto Mourão, com 412 metros de altura - disse.
Para visitações de grupos escolares ou excursões, o agendamento deve ser feito com 15 dias de antecedência, através do telefone (21) 2638- 4813, das 9h às 17h ou pelo e-mail falecom@parqueserradatiririca.org. A entrada é franqueada ao público.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:43  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO