notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
31.3.09
SÃO PAULO - O empresário paraibano Zaerson Guedes Torres, de 49 anos, acusa um funcionário da TAM de o ter agredido na fila de check-in da companhia, no Aeroporto de Guarulhos, na noite de sábado. Torres teve fratura tríplice da bacia e está internado no Hospital São Luiz, do Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo, onde deve ser submetido a uma cirurgia nesta terça-feira.
Segundo boletim de ocorrência feito pela polícia, o empresário se desentendeu com o supervisor da companhia aérea Eduardo Pereira dos Santos, de 28 anos, que o teria impedido de embarcar no avião, após alegar que o passageiro estava bêbado. O caso foi registrado na delegacia do aeroporto (BO 521/09) como lesão corporal.
Torres, que é dono de uma construtora em João Pessoa, veio a São Paulo participar de uma feira no Anhembi. Seu vôo para a Paraíba estava marcado para as 21h. Ele passou pelo check-in às 19h30m e, segundo a polícia, uma funcionária da TAM achou que ele estava embriagado, e chamou o supervisor.
Segundo consta no BO, elaborado pelo delegado João Carlos Ferreira da Silva, o funcionário da TAM retirou a bagagem de Torres da esteira e mandou o passageiro "lavar o rosto, tomar café e retornar no horário da viagem". O empresário teria se irritado, xingado Santos e o agredido com socos no peito e no olho, deixando-o com um hematoma. O funcionário teria revidado para se defender.
A versão do empresário, que não foi ouvido no boletim de ocorrência, é diferente. Torres, que é diabético e tem osteoporose, diz que passou mal na fila, porque sua taxa de glicemia chegou a 380. Neste momento, o supervisor, o acusando de estar bêbado, teria tomado a passagem de suas mãos e o mandado tomar café. Torres afirma ainda que tentou pegar a passagem de volta, mas o funcionário, que estava atrás do balcão, deu a volta, o empurrou e depois o chutou.
A PM foi chamada e levou os dois à delegacia. O delegado afirma que, ao ver o estado de saúde do empresário, o encaminhou à enfermaria do aeroporto. De lá, uma ambulância da Infraero o removeu para o Hospital de Urgência de Guarulhos e, depois, ao São Luís.
Em nota oficial, a TAM afirma que seu funcionário foi agredido e se defendeu durante o atendimento. Diz ainda que logo após o ocorrido o funcionário foi registrar boletim de ocorrência e fez exame de corpo de delito. "A TAM vai aguardar a manifestação das autoridades e está à disposição para os esclarecimentos que se fizerem necessários."
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:20 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO