notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
10.4.09
A ONG CRIANÇA SEGURA alerta para os cuidados que devem ser tomados na escolha dos ovos e na hora de pegar estrada

Os ovos de Páscoa oferecem cada vez mais atrativos para conquistar a preferência da criançada. Os produtos que trazem brindes são muito procurados, mas nem sempre são seguros. Por isso alguns cuidados precisam ser considerados na hora da escolha.
Crianças menores de três anos ainda estão na fase oral e não devem brincar com objetos pequenos sob o risco de colocá-los na boca. Muitas vezes, os brindes que acompanham os ovos de chocolate possuem peças muito pequenas, que podem se soltar, oferecendo grave risco de sufocação para a criança. Outro cuidado está ligado aos materiais utilizados na fabricação dos brinquedos, que devem ser atóxicos.
Assim como qualquer brinquedo, os brindes devem vir acompanhados do Selo do Inmetro especificando a faixa etária adequada para o uso. A certificação garante que o brinquedo passou por testes que comprovam sua segurança e qualidade.“É preciso supervisionar com freqüência as brincadeiras, pois as peças menores podem ser colocadas em outros orifícios do corpo, como ouvido e nariz.”, alerta a Coordenadora Nacional da ONG CRIANÇA SEGURA, Alessandra Françóia.
A sufocação ocupa o terceiro lugar no ranking de mortes por acidentes. No caso de bebês com até 1 ano, a sufocação representou a principal causa de morte entre os outros tipos de acidentes. Dados do Ministério da Saúde mostram que apenas no ano de 2006, 698 crianças morreram e 569 foram hospitalizadas vítimas de sufocação.

Na hora da viagem

Outros cuidados especiais devem ser tomados por quem pretende aproveitar o feriado fora de casa e pegar estrada. Nos feriados, aumenta o fluxo de veículos, o que pode resultar em mais acidentes. Na cidade e principalmente nas rodovias, a criança deve ser transportada sempre no bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação. Estudos americanos mostram que cadeiras de segurança para crianças, quando instaladas e usadas corretamente, diminuem os riscos de morte em até 71% em caso de acidente. Em 2006, 2176 crianças morreram e 17.655 foram hospitalizadas, vítimas de acidentes de trânsito.

link do postPor anjoseguerreiros, às 13:24  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO