notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
30.1.09
RIO - Em meio à crise diplomática, leitores do site do GLOBO protestam contra a concessão de refúgio político ao ex-ativista de esquerda Cesare Battisti, cuja extradição fora requerida pelo governo da Itália. Dos mais de 3 mil internautas que participaram de enquete no site, 82,94% são favoráveis à extradição de Battisti. Apenas 17,08% apoiam a decisão do governo brasileiro.

"Chega a ser grotesco e até surrealista. Há muito tempo, esse criminoso deveria ter sido entregue às autoridades de seu país. É isso que o povo brasileiro pensa, e gostaria o mesmo de seus representantes. O lugar do Sr. Cesare é na Itália e não no Brasil", diz Hélio Monteiro Penha.
O internauta Willian Aparecido Martins chega a defender a reação hostil do governo italiano em relação ao Brasil.

"A decisão de conceder asilo político ao Cesare Battisti está gerando uma crise diplomática entre Brasil e Itália. Defendo a postura do governo italiano em ser hostil com o governo brasileiro, pois estamos permitindo que um criminoso que já foi julgado e condenado fique impune, protegido pela tolerância do governo brasileiro. O governo italiano tem todo o direito de buscar mecanismo que obriguem o governo brasileiro a extraditar Battisti", diz.
Mas a internauta Cristiana Giustino pondera:
"As reações do governo italiano parecem desmedidas, principalmente se consideremos que partem, na maior parte, de expoentes do governo Berlusconi. Há que se considerar também que a Itália tem um passado mal-resolvido com seus extremistas de esquerda (como o Brasil tem com os seus de direita)".
Para Paulo Roberto Moraes de Aguiar, a questão ideológica pesou na hora da concessão do refúgio político.

"Cesare Battisti foi um ativista de esquerda. Por isso tem a simpatia de muitos do governo brasileiro, assim como tem um Fidel, um Guevara, etc... O fanatismo ideológico só vê o lado revolucionário, romântico dos seus ídolos", diz o leitor, apoiado pela internauta Gisela Cullen:
"Ideologia pura, se o sujeito fosse de direita já estava na Italia a muito tempo".
Já Luiz Alberto Pires da Silva lembra o caso da deportação dos pugilistas cubanos Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara, no ano passado, para questionar a decisão do governo:
"Só não entendo porque os atletas cubanos não foram acolhidos quando resolveram não voltar para Cuba", alfineta.

E TEMOS QUE AGUENTAR!!!!

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:27 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
visitas
subscrever feeds
blogs SAPO