notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
13.2.09


Brasileiros na Suíça organizam passeata em protesto contra agressões a brasileira

Grupos de brasileiros que moram na Suíça pretendem realizar uma passeata neste final de semana em protesto contra as agressões à advogada brasileira Paula Oliveira, 26, que foi espancada e teve boa parte do corpo retalhado por estilete por três homens brancos e carecas que pareciam skinheads, na noite de segunda-feira (9/02).
A mobilização está sendo organizada por membros de ao menos três comunidades do site de relacionamento Orkut - “Brasileiros na Suíça”, “Brasileiros em Zurique” e “Brazil and Switzerland” - desde ontem.
A ideia dos brasileiros é realizar a passeata no domingo, saindo do Palácio da Justiça de Zurique, e percorrer algumas das principais ruas da cidade com cartazes e faixas de protesto. O horário do protesto ainda não foi definido.
Nas comunidades, outros brasileiros relatam terem sofrido agressões por supostos skinheads no país.
Fonte: Folha on-line

Blog do Neto

Repugnante, inaceitável, um verdadeiro absurdo o caso de racismo ocorrido, o crime cometido contra a advogada brasileira Paula Oliveira, que foi agredida, teve seu corpo cortado por estilete por um grupo de nazistas em Zurique. Paula, grávida de três meses, sofreu aborto.
Segundo Paula testemunhou, três homens brancos, carecas e vestidos de preto, um deles com uma suástica tatuada atrás da cabeça, a imobilizaram, espancaram e rasgaram suas roupas. Depois cortaram seu corpo com um estilete, entalhando a sigla SVP - Scheiz Volks Partei. Em português, Partido Popular da Suíça ou Partido do Povo Suíço, detentor de 29% das cadeiras da Assembléia Federal (Congresso Nacional).
Esse tipo de crime fica cada dia mais comum nos países da Europa e nos Estados Unidos. Estamos cientes que a maioria dos trabalhadores destes países sabe que as dificuldades econômicas pelas quais estão passando, o alto índice de desemprego, está sendo causado pela mesma casta que os explora, em menos intensidade é verdade, e que rouba e saqueia os países menos desenvolvidos, gerando miséria nestas nações e levando seus povos a buscarem oportunidades melhores.
No entanto, essa elite que suga as riquezas de nossos países é a mesma que comanda, cria e estimula estes doentes que praticam este tipo de crime bárbaro. É inaceitável que, em pleno século 21, as sociedades convivam com coisas desta natureza.
Eu repudio veementemente qualquer tipo de discriminação. Temos a obrigação de cobrar, e o governo brasileiro vem fazendo isso, punição exemplar para atos xenófobos contra brasileiros e contra pessoas de outras nacionalidades . Hoje mesmo eu recebi um e-mail com uma foto com dois pássaros de turbante que seriam os responsáveis pela queda do avião da US Airways, em Nova Iorque.
Pode parecer uma piadinha, mas são coisas como estas que criam e estimulam manifestações racistas contra determinados povos. Se existem extremistas cometendo atentados suicidas, estes são motivados pelas barbáries cometidas pelos monopólios norte-americanos no Iraque e no Oriente Médio.
Abaixo o racismo!
Blog Brancas Nuvens
Acho que todo mundo no Brasil já deve estar sabendo o que aconteceu por aqui. Mas o resumão é: uma mulher brasileira, grávida de gêmeos foi torturada e perdeu os bbs. Os autores da agressão eram skinheads. No hospital, o inspetor de polícia teve a audácia de dizer que, se fosse mentira, ela seria processada. Enfim, foi agredida por não ser suíça, não por ser brasileira. Poderia ter sido uma chilena, uma chinesa ou uma turca.Claro que todo mundo ficou indignado. Claro que ficamos assustados, afinal, poderia ser eu ou o meu marido. A covardia não tem limite, fizeram com ela, pq não fariam com crianças? Poderia ter sido, então, a minha filha em um dos passeios da escola.O pior é saber que, em função do partido de extrema direita, o sentimento xenofóbico está sendo incentivado, principalmente entre os jovens, e esse tipo de violência, da qual não há defesa ou prevenção, pode voltar a acontecer. Para isso, basta que a sociedade suíça, tão orgulhosa de suas virtudes, continue a aceitar a veiculação de propagandas preconceituosas e desinformativas que nos classificam (a todos os imigrantes) como corvos ávidos pela cidadania suíça. Basta continuar assegurando a liberdade de propagação de idéias racistas e xenofóbicas. Abaixo vocês tem um exemplo dessa publicidade tão abertamente discriminatória que seria proibida em qualquer outro país da Europa.Enfim, continuo me sentindo segura na Suíça. Não acredito que o que aconteceu seja regra ou vá se tornar uma regra, pois tenho confiança que a maioria da população pensa diferente e age diferente, mas a minha imagem da Suíça ficou sim manchada e só vai voltar a ser a mesma se esses idiotas forem punidos e essa mulher for tratada com dignidade.
Abraço,Carol
link do postPor anjoseguerreiros, às 09:23  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
blogs SAPO