notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
4.2.09

Crianças que renovaram a matrícula ficaram sem ter onde estudar.Polícia instaurou inquérito e responsáveis estão sendo intimados.
O Colégio Universitário Bonfiglioli, tradicional escola particular do Jardim Bonfiglioli, na Zona Oeste de São Paulo, fechou as portas sem dar explicações aos pais dos alunos. Crianças que renovaram a matrícula ficaram sem ter onde estudar, e o prejuízo virou caso de polícia.
A placa de “Aluga-se” já está afixada no muro do imóvel. A convivência de oito anos com a mesma turminha acabou para Vítor Peixoto Souza, de 11 anos. O menino, não quer perder o contato com os colegas. “Eu quero que eles venham para minha escola, né?”, afirma. Vitor foi matriculado em outro colégio. A mãe da criança, a bióloga Andréia Monteiro Peixoto, agiu rápido, mesmo chocada com o fechamento da escola em que manteve os três filhos por 17 anos. Mesmo assim, ficou no prejuízo. “Eu perdi por volta de R$ 800 porque eu não paguei a matrícula, mas teve gente que perdeu mais R$ 500 [além dos R$ 800]”, lamenta Andréia.
Em dezembro do ano passado, a professora Edna Yano se encantou com toda a estrutura do colégio. Há pouco tempo no bairro, ela imediatamente matriculou o filho e pagou caro. “Eu gastei em torno de R$ 1.300. Paguei a mensalidade, as apostilas, todo o uniforme e todo o material, além de uma lista enorme”, somou. Agora, ela não tem dinheiro para colocar o filho em outro colégio. Em plena volta às aulas, o menino está em casa e pode perder o ano.
A reportagem tentou conversar com a direção em uma outra unidade do colégio. Muitos pais também procuraram os responsáveis para saber o que está acontecendo, mas o esforço foi em vão.
Mas agora os donos da escola vão ter de se explicar para a polícia. Foi aberto inquérito e todos os envolvidos já estão sendo intimados. O responsável pelo colégio informou que a escola fechou porque foi despejada do imóvel, que era alugado. Ele disse que vai devolver o dinheiro para 69 pais que renovaram a matrícula dos filhos. Segundo o responsável, no prédio funcionava, além do colégio, uma faculdade com cinco cursos. Os pais dizem que na escola fechada sem aviso estudavam pelo menos 2 mil alunos.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 21:42 

De Maria Célia a 19 de Fevereiro de 2009 às 12:18
Oi Emily, que sorte a de vocês!
Pena que muitos não tiveram.
Vamos torcer bastante para que JUSTIÇA seja feita!!!
Isso não se faz com ninguém, muito menos se tratando de colégio.
Obrigada por ter nos visitado.
Beijos pra você e seu irmão

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO