notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
4.2.09

Crianças que renovaram a matrícula ficaram sem ter onde estudar.Polícia instaurou inquérito e responsáveis estão sendo intimados.
O Colégio Universitário Bonfiglioli, tradicional escola particular do Jardim Bonfiglioli, na Zona Oeste de São Paulo, fechou as portas sem dar explicações aos pais dos alunos. Crianças que renovaram a matrícula ficaram sem ter onde estudar, e o prejuízo virou caso de polícia.
A placa de “Aluga-se” já está afixada no muro do imóvel. A convivência de oito anos com a mesma turminha acabou para Vítor Peixoto Souza, de 11 anos. O menino, não quer perder o contato com os colegas. “Eu quero que eles venham para minha escola, né?”, afirma. Vitor foi matriculado em outro colégio. A mãe da criança, a bióloga Andréia Monteiro Peixoto, agiu rápido, mesmo chocada com o fechamento da escola em que manteve os três filhos por 17 anos. Mesmo assim, ficou no prejuízo. “Eu perdi por volta de R$ 800 porque eu não paguei a matrícula, mas teve gente que perdeu mais R$ 500 [além dos R$ 800]”, lamenta Andréia.
Em dezembro do ano passado, a professora Edna Yano se encantou com toda a estrutura do colégio. Há pouco tempo no bairro, ela imediatamente matriculou o filho e pagou caro. “Eu gastei em torno de R$ 1.300. Paguei a mensalidade, as apostilas, todo o uniforme e todo o material, além de uma lista enorme”, somou. Agora, ela não tem dinheiro para colocar o filho em outro colégio. Em plena volta às aulas, o menino está em casa e pode perder o ano.
A reportagem tentou conversar com a direção em uma outra unidade do colégio. Muitos pais também procuraram os responsáveis para saber o que está acontecendo, mas o esforço foi em vão.
Mas agora os donos da escola vão ter de se explicar para a polícia. Foi aberto inquérito e todos os envolvidos já estão sendo intimados. O responsável pelo colégio informou que a escola fechou porque foi despejada do imóvel, que era alugado. Ele disse que vai devolver o dinheiro para 69 pais que renovaram a matrícula dos filhos. Segundo o responsável, no prédio funcionava, além do colégio, uma faculdade com cinco cursos. Os pais dizem que na escola fechada sem aviso estudavam pelo menos 2 mil alunos.


fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 21:42 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO