notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
13.1.09
RIO - Sete recém-nascidos desenvolveram uma infecção generalizada e correm o risco de morrer após um surto de infecção hospitalar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife.
Por causa do problema, a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) interditou a clínica, proibindo a internação de novos pacientes na UTI, que tem capacidade para dez bebês. Os partos também estão suspensos. A situação só voltará ao normal quando o problema for controlado.
A UTI também está com número de internos superior à capacidade. De acordo com a Coordenadora de UTI Nenonatal do Hospital das Clínicas, Lindeci Sampaio, a superlotação é crônica em todas as UTIs neonatais localizadas no estado, o que traz prejuízos na qualidade de assistência aos recém-nascidos. O hospital é tido como de referência no atendimento neonatal.
Segundo as autoridades sanitárias do estado, o microorganismo que atingiu as crianças ainda não foi identificado.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:55  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO