notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
1.7.09
Devido à falta de reservas em bancos de leite materno, mães australianas estão optando pela procura online do alimento congelado ou por doadores privados, gerando um verdadeiro “mercado negro”. A atitude vem sendo criticada por autoridades sanitárias do país, que alertam para o risco de transmissão de doenças.

Por falta de leite materno, australianas recorrem a fontes não confiáveis
Devido à falta de reservas em bancos de leite materno, mães australianas estão optando pela procura online do alimento congelado ou por doadores privados, gerando um verdadeiro “mercado negro”.
A atitude vem sendo criticada por autoridades sanitárias do país, que alertam para o risco de transmissão de doenças.
A Austrália possui apenas dois bancos de leite, um no estado de Queensland e outro na Austrália Ocidental.
"E eles são muito pequenos”, disse Marea Ryan, fundadora do Banco de Amamentação de Gold Coast (em Queensland), ao Opera Mundi.

“O nosso banco só consegue leite através de doares e de caridade. Ou seja, nem sempre conseguimos suprir apenas a demanda local”, disse ela, que depende de ajuda financeira de partidos privados para poder efetuar exames nos leites doados antes de passá-los a quem precisa. Além de pequenos, os dois bancos de leite existentes priorizam os bebês doentes ou prematuros.


Explorando a Austrália
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:14  comentar


pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
visitas
blogs SAPO