notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
13.1.09
Ginasta acredita que só poderá voltar a competir em alto nível em 2010
A falta de apoio financeiro para cuidar da grave lesão no punho direito tem levado Jade Barbosa a buscar a ajuda dos fãs para seguir com o tratamento. Além de receber ajuda de custo de um empresário paulista sensibilizado por um pedido da filha, que adora ginástica, a atleta conta com a solidariedade de farmacêuticos e até de seu médico.

- O meu pai quer que a CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) pague o tratamento, que é caríssimo. No momento, estou me tratando porque as pessoas estão me ajudando. Eu vou comprar um remédio na farmácia e me dão em troca de uma camisa autografada. Estávamos pagando o médico, mas ele decidiu que vai me ajudar a partir de agora - explicou Jade, que voltou das férias nesta segunda-feira.

Enquanto aguarda a avaliação de um especialista americano para saber se viajará ao país para se tratar, Jade se vira como pode para driblar a ansiedade de voltar a treinar como antes. De uma coisa, porém, ela tem certeza. Competir em alto nível outra vez, só em 2010.

- Eu fico aqui (no Flamengo) vendo as meninas, procuro estar perto delas e fazer alguma coisa sempre que possível. Sempre pergunto ao médico quando vou voltar ao normal, mas sei que vai demorar um bom tempo até eu estar 100%. Competir bem, só no ano que vem - lamentou a atleta.

Jade Barbosa solta o verbo e afirma que CBG sabia da gravidade da sua lesão
A revelação sobre a gravidade da lesão de Jade pegou de surpresa o técnico da ginasta, que pretendia vê-la disputando etapas da Copa do Mundo e, principalmente, o Mundial de Londres, em outubro.

- Eu ia começar a preparação para o Mundial e as etapas da Copa do Mundo, mas, agora, fica difícil fazer previsões. Já nem estou mais pensando em competições, só quero que ela esteja com a cabeça boa para treinar - disse Ricardo Pereira. Apesar das dificuldades, Jade, que está com seis meses de salários atrasados no Flamengo, garante que não pretende parar com a ginástica. - Eu gosto muito de ginástica para parar assim, de repente. Acho que, se eu não pudesse mais fazer ginástica, viria para os treinos só de brincadeira - afirmou, aos risos.

CADÊ O APOIO FLAMENGO?????
E OUTROS????


FONTE:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:22  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
visitas
blogs SAPO