notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
30.12.08
GAZA - A ofensiva militar israelense contra o Hamas na Faixa de Gaza, que já provocou mais de 360 mortos, está apenas na primeira fase e pode durar semanas, advertiu nesta terça-feira o Estado hebreu, que mantém suas tropas terrestres preparadas para entrar no território palestino.
- As operações aéreas e marítimas do Exército israelense constituem a primeira fase entre várias já aprovadas pelo gabinete de segurança - disse o primeiro-ministro, Ehud Olmert, durante uma reunião com o presidente Shimon Peres.
Já o vice-ministro da Defesa, Matan Vilnai, afirmou que Israel está disposto a lutar durante semanas contra o movimento radical palestino Hamas.
- Estamos preparados para um conflito prolongado e para semanas de combate. O Hamas ainda dispõe de centenas de foguetes, mas perde força a cada dia. Queremos fazer uma mudança radical na situação de segurança no sul de Israel - declarou à rádio pública israelense.
Pelo menos 360 palestinos, em sua maioria membros do Hamas, mas também mais de 50 civis, morreram e 1.700 foram feridos desde sábado na ofensiva aérea israelense contra o movimento radical islamita, segundo o diretor dos serviços de emergências de Gaza, Muawiya Hasanein.
Entre os mortos há 39 crianças e 13 mulheres, acrescentou. No mesmo período, quatro pessoas morreram em Israel pelos disparos de foguetes palestinos, que o Hamas continua lançando contra Israel apesar da grande operação militar.
Três foguetes palestinos caíram, sem provocar vítimas, nesta terça-feira na cidade israelense de Sderot (sul).
Em uma tentativa de acabar com a violência, três escritores israelenses de renome, David Grossman, Amos Oz e A.B. Yehoshua, se pronunciaram a favor de um cessar-fogo imediato com o Hamas.
- Para não adicionar mais mortos e mais destruição, devemos cessar total e unilateralmente o fogo durante 48 horas, e inclusive se os palestinos dispararem contra Israel, não responderemos - escreveu Grossman no jornal Haaretz.
- Chegou o momento de um cessar-fogo total, esperando que os palestinos deixem de disparar contra nós e que, em troca, suspendamos o bloqueio imposto à Faixa de Gaza - afirmou Amos Oz ao jornal italiano Corriere della Sera.
No entanto, o ministro israelense das Infra-Estruturas, Binyamin Ben Eliezer, descartou a possibilidade.
- Israel não está interessado neste momento em um cessar-fogo com o Hamas na Faixa de Gaza. Se acontecer um cessar-fogo, isto permitirá ao Hamas recuperar suas forças e preparar um ataque mais duro contra Israel - declarou


NÃO HÁ NEM O QUE SE COMENTAR!!!
INACREDITÁVEL!!!!!!!
ATÉ AS CRIANÇAS ESTÃO LUTANDO!!!!


fonte:JB Online
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:33  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Dezembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26



arquivos
visitas
blogs SAPO