notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
3.2.09
LONDRES - A britânica Debbie Purdy deu entrada em processo no Tribunal de Apelações de Londres a fim de garantir que o marido, Omar Puente, não seja processado caso ajude a esposa em um procedimento de eutanásia a ser realizado no exterior.
Debbie, que sofre de esclerose múltipla, não teve sucesso ano passado, em sua primeira tentativa de isenção de responsabilidade do marido. De acordo com a lei britânica, suicídio assistido é um crime que pode levar a pena de 14 anos de prisão. O procedimento é legalizado na Suíça.


link do postPor anjoseguerreiros, às 18:18  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
visitas
blogs SAPO