notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
15.7.09

Um jovem de 18 anos foi preso acusado de abusar sexualmente da prima de apenas 9 anos de idade. A violência ocorria na casa da família, no Bairro Flávio Derzi, em Nova Andradina, município distante 292 quilômetros de Campo Grande.
Segundo a Polícia Civil, em 23 de abril do ano passado, a mãe da criança flagrou o jovem na cama com a filha. A menina estava apenas de calcinha e o rapaz fingiu que dormia.
Diante da suspeita, a mãe levou a filha ao médico e foi confirmada a existência de vestígios da prática de ato libidinoso. A menina confirmou a violência que sofria há algum tempo, porém, a mãe não representou pelo pedido de prisão do jovem.
A Polícia Civil instaurou inquérito policial e a 3ª Vara Cível deferiu pela prisão preventiva do rapaz. Ele foi encaminhado à cadeia pública da cidade.



Campo Grande News
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:27  comentar


Se o Código Civil obriga os avós a contribuírem para a subsistência dos netos na falta de condições materiais dos pais, deverá assegurar a eles, agora, o apoio emocional a essas crianças e adolescentes por meio do convívio familiar. Nesta quarta-feira (15), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, em decisão terminativa, projeto de lei (PLS 692/07) da senadora Kátia Abreu (DEM-TO) que garante aos avós o direito de visita aos netos. O relator da matéria, senador Marco Maciel (DEM-PE), apresentou voto pela aprovação, com emenda.
Kátia Abreu argumenta, na justificação do projeto, que “é usual, ao término de um relacionamento conjugal, surgirem desavenças e ressentimentos entre o casal e, não raras vezes, tendência a vingança e represália”, levando ao afastamento dos filhos “do causador da dor e de seus demais familiares”.
Foi para coibir esse comportamento, conhecido como Síndrome da Alienação Parental, que a senadora apresentou a proposta. Ao alterar dispositivos do Código Civil e do Código de Processo Civil (CPC), o projeto busca assegurar aos avós a manutenção do relacionamento afetivo com os netos, preservando, assim, o direito da criança e do adolescente à convivência familiar estabelecido pela Constituição.
O projeto determina ainda que, quando um dos pais se opuser à visita dos avós aos netos, o juiz decidirá sobre a conveniência e a oportunidade dessas visitas, sempre baseado no interesse do menor.


Agência Senado


Leia também:
"Síndrome de Alienação Parental" - no blog

e no site:www.alienacaoparental.com.br

link do postPor anjoseguerreiros, às 19:17  comentar


O substitutivo da Câmara dos Deputados a projeto (PLS 314/04) da senadora Patrícia Saboya (PDT-CE) que propõe uma nova Lei Nacional de Adoção foi aprovado nesta quarta-feira (15) pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e segue para ser votado em Plenário. Centrado na garantia do direito de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária, estabelecida pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a matéria recebeu parecer favorável do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), com emendas.
- Quero ressaltar que construí esse relatório com o apoio unânime do Conanda [Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente], do CNAS [Conselho Nacional de Assistência Social], do Ministério da Justiça, daFunai [Fundação Nacional do Índio], do Ministério do Desenvolvimento Social, dos pais incluídos no cadastro nacional de crianças e adolescentes, e de juízes da vara de adotantes do Ministério Público – enfatizou o relator.
Entre as inúmeras sugestões de mudanças na lei atual, contidas no projeto acolhido na CDH, Mercadante ressaltou a construção do conceito de família ampla, com o empenho na permanência dos menores na família original e, em caso de impossibilidade, com parentes próximos como avós, tios e primos. Citou ainda a redução do tempo de permanência nos abrigos, que deverá ser, no máximo, de dois anos e, preferencialmente, em endereço próximo ao da família.
Mercadante informou que o cadastro nacional de pais adotantes conta atualmente com 22 mil candidatos, enquanto duas mil crianças esperam pela adoção. Porém, ressaltou que o desafio atual é convencer os interessados a um convívio inter-racial, pois 90% das adoções formalizadas são de meninas brancas na faixa etária de até dois anos de idade.
Outra medida sugerida é a não punição da adoção informal no Brasil, sem a intermediação das autoridades. Mercadante destacou que a ideia é regularizar a situação com o cadastramento e a habilitação dos adotantes. Para isso, o relator retirou artigo que criminalizava os adotantes irregulares.

Crianças indígenas e quilombolas
A proposta prevê ainda que crianças indígenas e as oriundas de comunidades quilombolas sejam adotadas dentro de suas próprias comunidades, para preservar suas identidades culturais. Para solucionar a questão do infanticídio existente em algumas comunidades indígenas e criminalizado pela legislação brasileira, Mercadante optou pela elaboração de outro projeto de lei específico sobre o tema.
Pela proposta, segundo Mercadante, a adoção internacional será possível somente em última hipótese, sendo a preferência dada sempre a adotantes nacionais e, em seguida, a brasileiros residentes no exterior. A medida está de acordo com a Convenção de Haia, de proteção a crianças, em matéria de cooperação, para a adoção internacional.
O presidente da comissão Cristovam Buarque (PDT-DF) observou que a proposta foi aperfeiçoada ao longo de cinco anos e deve ser aprovada de imediato, para mostrar que o Senado está tomando decisões que podem modificar o país, modificando “a vida de milhares de crianças”. Já a senadora Marina Silva (PT-AC) ressaltou a importância de assistir a pessoa que busca a adoção, com acompanhamento em termos de aspectos socioeconômicos e afetivos envolvidos.
- Esse é um dia importante para quem milita pelos direitos da criança e do adolescente. É uma vitória da Frente Parlamentar [de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente] – disse a autora do projeto, senadora Patrícia Saboya.

Estabilidade para substituto de mãe morta no parto
Outra proposta aprovada pela CDH nesta quarta-feira estabelece que a pessoa que ficar responsável por criança cuja mãe tenha morrido em decorrência do parto terá garantido o direito à estabilidade provisória, direito assegurado à mãe pela Constituição federal. A matéria será submetida ainda à análise da Comissão de Assuntos Sociais (CAS).
A relatora Fátima Cleide (PT-RO) ressalta em seu parecer, favorável à aprovação da matéria, ser fundamental que a criança recém-nascida, na situação descrita no texto, receba todo o apoio possível e a proteção do Estado. A parlamentar enfatiza que a criança, em situação de total fragilidade e necessitando de cuidados básicos maternos, deverá receber a solidariedade e atuação eficiente do Estado para que “o trauma causado pela perda da mãe” seja minorado pelo carinho do pai ou de outra pessoa que a substitua.
- Louve-se a iniciativa que ampara, não o destinatário de uma estabilidade provisória, mas a criança nascida que reclama o peito da mãe que partiu – concluiu.

Cristina Vidigal

Agência Senado

link do postPor anjoseguerreiros, às 19:08  comentar

Um corpo que poder ser da menina Brenda Maria Rodrigues Martins Ramalho, de 2 anos, foi encontrado pelo vizinho da criança nas margens do Rio Una, por volta das 11h20 desta quarta-feira (15).
A menina foi localizada enquanto familiares, policiais, o Corpo de Bombeiros e o delegado da delegacia de Morros faziam ronda pelo local em busca de informações sobre o desaparecimento.
Brenda Maria Rodrigues Martins Ramalho, de 2 anos, havia desaparecido por volta das 15h de domingo, 12, quando se encontrava com familiares na margem do rio Una na cidade de Morros, a 113 km da capital.
Delegada afirma que mãe de Brenda foi negligente
A delegada que investiga a morte da menina Brenda Maria Rodrigues Ramalho, de apenas dois anos, afirmou em entrevista ao programa Rádio Patrulha da rádio Mirante AM, que a mãe da criança foi negligente ao deixar a menina sozinha. “O certo é que houve negligência. Mesmo que ela tivesse sido sequestrada pode se perceber que houve uma negligência da mãe em deixar uma criança dessa sozinha”, afirmou a delegada Maria de Jesus Melo.
O inquérito foi aberto e a polícia vai começar a ouvir as pessoas que estavam no local no dia do ocorrido. O resultado das investigações deve sair em trinta dias.


O Imparcial e Imirante
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:57  comentar


Edmilson Valsechi se afastou dos amigos para nadar no lago Spot Pond, em Stoneham, e não voltou mais. Terceiro de uma família de quatro irmão, ele morava nos EUA há 5 anos e 10 meses. Foto: Arquivo pessoal.

A triste notícia vem do “A voz do imigrante,” blog do meu amigo Luciano Sodré: catarinense morre afogado em lago de Stoneham, no estado de Massachusetts.

No domingo, 12, Edmilson Mafinski Valsechi estava pescando com amigos quando decidiu nadar um pouco.
Logo depois ele mergulhou e não retornou mais à superfície. A equipe de resgate encontrou o corpo de Valsechi sem pulsação. O rapaz de 27 anos foi levado para o Winchester Hospital, onde foi pronunciado morto.
Edmilson era o terceiro de quatro irmãos da família Valsechi, que mora no Bairro Próspera, em Criciúma, Santa Catarina.
O lago Spot Pond serve como reserva de suplemento de água para Boston e havia sido fechado com uma cerca, mas foi reaberto em 1999 apenas para a recreação de barcos.
Segundo os bombeiros, este é o segundo caso de afogamento registrado no local. No dia 28 de abril, o hondurenho Marvin Umazor, de 23 anos, estava nadando, se afastou da companhia de dois amigos e se afogou. Autoridades do Distrito de Middlesex afirmaram que em nenhum dos dois casos as vítimas consumiram bebida alcóolica.
A família do catarinense foi avisada do incidente por um policial americano que fala português.
Parentes acreditam que Edmilson deve ter sofrido um mal súbito, talvez câimbra ou congestão, pois nadava bem.
Informações ainda não confirmadas pela família revelam que Edmilson teria ajudado outros brasileiros a atravessarem o rio Grande, na divisa do México com os EUA.
Segundo o jornal “Diário Catarinense,” uma tia do rapaz, que mora na região de Boston, está providenciando o traslado, que deve custar entre US$ 5 e 7 mil. Hoje, o corpo do catarinense vai passar por um exame, para determinar a causa da morte.
A presidente da ONG Casa do Catarinense, Gladis Sarvalaio, disse que todos os documentos para a liberação do corpo do rapaz já foram encaminhados para o Itamaraty.
Gladis garante que o valor para custear o traslado entre São Paulo e Criciúma já está garantido.

Edmilson vivia nos EUA há quase 6 anos e morava na cidade Dorchester, onde trabalhava como operador de máquinas. A última vez em que ele falou com a família foi numa conversa telefônica com a sua mãe há uma semana.


Brasil com Z
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:46  comentar


Revoltados, os moradores, munidos de facões e foices, agrediram Raimundo até a morte

Petrolina - O agricultor Raimundo Ribamar Fernandes foi morto por vizinhos na manhã desta quarta-feira após a suspeita de que ele teria matado dois de seus filhos com uma barra de ferro. O linchamento ocorreu no projeto de irrigação N4, na Zona Rural da cidade de Petrolina (PE).
Fernandes teria chegado em casa embriagado e matado os dois filhos, Ingrid da Silva Fernandes, 2 anos, e Gabriel da Silva Fernandes, 9 meses. Os vizinhos ouviram a movimentação e encontraram-no com a barra na mão.Revoltados, os moradores, munidos de facões e foices, agrediram Raimundo até a morte. O menino Gabriel chegou a ser socorrido para o Hospital de Traumas de Petrolina, em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

Terra


O DIA ONLINE
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:11  comentar

Acusado de estupro contra criança de 11 anos impetrou recurso para tentar reformar decisão que o condenara a pena de oito anos e oito meses de reclusão em regime fechado. Ele sustentou que a menina consentia as relações sexuais. Porém, o recurso foi negado por unanimidade pela Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, com o entendimento de que a presunção de violência nos crimes contra os costumes tem a finalidade de tutelar as vítimas incapazes, por motivos de ordem biológica ou não, de consentir de forma válida com o ato sexual ou de oferecer resistência à concretização deste.
O impetrante foi condenado por estupro com presunção de violência (por praticar o ato com menor de quatorze anos), crime previsto nos artigos 213 e 224, alínea “a”, do Código Penal, com a Lei nº 8.072/1990 (Lei de Crimes Hediondos), sendo que foi inocentado da acusação de atentado violento ao pudor. Em recurso, entre outros, ele pediu a absolvição alegando que a vítima já tivera outras experiências.
A decisão unânime pela negativa do pedido foi composta pelos votos do juiz substituto de Segundo Grau Carlos Roberto Correia Pinheiro, atuante como relator, e os desembargadores Gérson Ferreira Paes, revisor, e Luiz Ferreira da Silva, vogal. Constataram os julgadores que o acusado era cunhado da vítima, que esta brincava com seus filhos quando foi levada até um quarto e consumada a conjunção carnal, fato confirmado em depoimento pela menina de 11 anos. Conforme os autos, o acusado ainda manteve outra três vezes relações sexuais com a vítima, na última delas em uma casa abandonada quando foi preso em flagrante. Para o relator do recurso, conforme farta jurisprudência, a permissão não atenua a acusatória, pois a tenra idade constitui fator de restrição da capacidade de autodeterminação da vítima em relação aos atos sexuais, ainda que testemunhas tenham confirmado que a vítima já teria experiências sexuais anteriores.
“A proteção conferida pelo art. 224, “a” apóia-se na innocentia consilii da vítima, que não pode ser entendida como mera ausência de conhecimento do ato sexual em si, mas sim como falta de maturidade psico-ética de lidar com a vida sexual e suas consequências” (STJ), de onde se extrai a conclusão de que o consentimento da menor impúbere, ainda que supostamente ocorrido, é desprovido de qualquer valor, tratando-se a presunção em questão de presunção absoluta”, destacou o magistrado.



Jornal Documento
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:48  comentar

A partir de 2010, Mato Grosso do Sul terá em seu calendário oficial a “Semana de Combate à Pedofilia”, que será realizada durante a segunda semana do mês de maio. O evento foi criado pelo Governo do Estado com objetivo de conscientizar a população sobre a importância de coibir o abuso sexual contra menores.
De acordo com a lei 3.707, que foi publicada hoje (14), no Diário Oficial do Estado, a Semana de Combate à Pedofilia vai promover a conscientização popular por meio de procedimentos informativos, educativos e organizativos para que a sociedade conheça melhor o assunto e possa debater iniciativas de combate ao crime.
A lei prevê ainda, que as campanhas e palestras, realizadas durante o evento, deverão contar com a participação de instituições públicas, ONGs, entidades civis, associações e afins, dentre outras entidades. A lei, assinada pelo governador André Puccinelli, deverá receber recursos do Estado para a execução das atividades, por meio de dotação orçamentária própria.



Midiamax
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:40  comentar


A pedofilia é hoje um dos maiores problemas da internet mundial e o senador está engajado para coibir tal prática

O senador Magno Malta (PR-ES) esteve na tarde do dia 13 em Marataízes numa passeata para divulgar e alertar a população sobre o grave problema que vem se alastrando em todo o Brasil. A pedofilia é hoje um dos maiores problemas da internet mundial e o senador está engajado para coibir tal prática.
Estiveram presentes na passeata, Glauber Coelho (PR-ES) e a vice-prefeita de Marataízes Dilcéia Marvila (PP-ES).
A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou proposta proibindo a autorização, por operadoras de cartões de pagamento, e operações de débito e crédito relacionadas com jogos de azar e pornografia infantil através da internet. A matéria segue para exame na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).
Pelo PLS 121/08, de autoria do senador Magno Malta (PR-ES), os cartões de pagamento não poderão autorizar operações relativas a jogos ilícitos e à aquisição ou aluguel de filmes, textos, fotografias e outros materiais pornográficos envolvendo a participação de menores de 18 anos.
Em seu parecer favorável, o senador César Borges (PR-BA) destacou que a melhor forma de proibir jogos de azar e pornografia pela internet é dificultar os pagamentos por meio de cartões de crédito.
Se as empresas de cartão de crédito são capazes de bloquear determinadas operações quando é de seu interesse, ponderou o relator, caberá a elas o ônus de fiscalizar operações proibidas. Caso não cumpram as proibições, disse, as empresas devem ser penalizadas pelas regras previstas no Código de Defesa do Consumidor.



Maratimba News
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:27  comentar


Janaúba poderá seguir o exemplo de Taiobeiras e determinar o toque de recolher para os menores. Numa iniciativa da Câmara de vereadores da cidade a proposta foi apresentada ao poder judiciário e ao Ministério Público.
Uma audiência pública para análise do assunto junto com representantes das entidades públicas da cidade e das policias civil e militar já foi marcada para o mês de agosto.
Autoridades de segurança pública na cidade confirmam que até 70 por cento dos crimes contra o patrimônio como furtos e roubos têm a participação dos menores.
Uma pesquisa realizada recentemente em uma rádio da cidade indicou que a medida tem o apoio integral da população de Janaúba. Acuada pelo crime se vendo comprimida pelo avanço da violência a população entra de forma cada vez mais ativa nas discussões acerca da segurança pública. De acordo com os moradores o problema é um calo e incomoda muito.

O Norte de Minas
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:51  comentar


Policiais Federais lotados na Delegacia de Defesa Institucional (Delinst) da Superintendência Regional da PF no Espírito Santo deram início, na manhã desta quarta-feira (15), a Operação Mediador IV, composta de inúmeras diligências policiais destinadas a desbaratar uma quadrilha com atuação internacional no tráfico de mulheres.
De acordo com a Polícia Federal, as investigações, até aqui envidadas em absoluto sigilo e com a participação de policiais italianos, detectaram fortes indícios de que a organização criminosa vem promovendo a saída de mulheres brasileiras com destino à Itália para fins de prostituição. Isso caracteriza o crime disposto no caput do artigo 231 do Código Penal brasileiro – “promover ou facilitar a entrada, no território nacional, de mulher que nele venha exercer a prostituição, ou a saída de mulher que vá exercê-la no estrangeiro (pena: reclusão de 02 a 08 anos)”.
As evidências apontam ainda para a possível ocorrência do crime de rufianismo (”artigo 230 do CP: tirar proveito da prostituição alheia, participando direta ou indiretamente dos seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça. Pena reclusão de 01 a 04 anos”).
As investigações policiais vêm ocorrendo deste janeiro de 2009, tendo sido coletadas evidências que levaram à representação pela expedição de oito mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão, todos concedidos pela 1ª Vara Federal Criminal de Vitória.
As buscas ocorrerão todas em residências capixabas, contudo, as ordens de prisão serão executadas quatro neste Espírito Santo, dois no Rio de Janeiro, e duas outras na Itália, aonde um agente federal se encontra atuando junto a policiais italianos, repassando-lhes informações e documentos necessários à missão em território estrangeiro.



Gazeta Online
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:45  comentar


Um novo tratamento promete prolongar a vida e até curar pacientes que sofrem de uma das formas mais letais da doença, a mesma que atinge o ator Patrick Swayze

Um britânico que sofre de câncer pancreático - uma das formas mais mortais de tumor - é apontado como uma esperança para aqueles que sofrem do mesmo mal, como o ator Patrick Swayze, de Dirty Dancing. Robert Ferrant, de 62 anos, é um dos primeiros na Grã-Bretanha a se submeter a uma forma avançada de radioterapia.
O dispositivo, chamado CyberKnife, e que, segundo relatos também já foi utilizado em Swayze, emite centenas de feixes de radiação que são capazes de atingir com precisão tumores localizados em lugares de difíceis acesso.
Uma das grandes vantagens do aparelho é a capacidade que a radiação tem de se mover juntamente com a respiração do paciente, o que significa poder atingir tumores considerados inoperáveis por causa de sua proximidade de grandes vasos sanguíneos.
A máquina é tão sensível que apenas uma tosse pode fazer com que a sessão tenha que ser recomeçada.
Enquanto as máquinas tradicionais utilizam baixas doses de radioterapia para evitar dano excessivo ao tecido sadio em torno do tumor, a CyberKnife tem uma precisão maior, o que significa que altas doses de radiação podem ser dirigidas ao tumor sem causar efeitos colaterias.
O paciente Robert Ferrant fez, na semana passada, três sessões de duas horas. Animado com os resultados, ele diz que agora tem esperanças de vencer a doença. "O outro tratamento apenas iria prolongar a minha vida em cerca de três meses. Com o CyberKnife, realmente posso ter esperança de uma cura”, diz. Ferrant descreve o tratamento como indolor.

O câncer de pâncreas de Ferrant foi diagnosticado em dezembro do ano passado, após dores e perda de apetite. "Quando fui diagnosticado, estava aposentado e tinha acabado de comprar uma nova casa", dz ele. "Minha filha veio da França com seus dois filhos para uma grande comemoração de Natal. Todo o mundo estava realmente pensando que poderia ser a minha última festa”, afirma.
Nas próximas quatro semanas, Ferrant será submetido a exames para saber em quanto seu tumor regrediu. A expectativa, segundo seu médico, Andy Gaya, é de que o tratamento dê ao paciente chance de sobrevivência a longo prazo e até mesmo de cura. “Antes, provavelmente, ele teria de seis a 12 meses de vida”, afirma.
Gaya, que tem 30 pacientes fazendo a terapia no momento, diz que a previsão inicial é de cinco sessões para cada paciente, podendo ser estendidas, caso haja necessidade.
Na maioria dos casos, o câncer de pâncreas é detectado tardiamente, o que dificulta o tratamento.
Das pessoas diagnosticadas, apenas 13% têm expectativa de vida de um ano e só 3% sobrevivem por cinco anos.
Atualmente, o uso da nova máquina é restrito à clínica privada de Gaya, mas o plano é disponibilizar o tratamento em diversos hospitais em torno de Inglaterra nos próximos anos.



Isto É
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:34  comentar


Coisas que podem causar acidentes – e que você nem desconfia

Você nem imagina, mas a casa oferece alguns perigos para as crianças que você considera inofensivos. Confira.

1. Lava-louças Fique atenta na hora de colocar e recolher a louça. Talheres dispostos com as pontas para cima, por exemplo, podem machucar as crianças. O calor das louças recém-lavadas também representa perigo. O ideal, se possível, é manter seus filhos distante da cozinha quando você não está por lá.

2. Animais de estimação Além de companheiros, eles são um ótimo estímulo para as crianças. Costumam ser fiéis, mas podem nos surpreender às vezes. Para evitar incidentes, em primeiro lugar, trate bem do seu bicho. Eles não fazem mal às crianças desde que sejam cuidados e respeitados. Por isso, ensine seu filho a tratar o bicho com carinho. Outra dica é jamais interrompê-lo na hora das refeições. Ainda que o seu bicho seja dócil, convém supervisionar as brincadeiras quando as crianças estiverem por perto.

3. Artigos de segunda-mão O barato pode sair caro. Antes de comprar um artigo usado, preste atenção aos detalhes do produto. Todas as peças estão conservadas? As cadeirinhas usadas para proteger as crianças no carro são um exemplo: alguns dos modelos fabricados até 2007 não possuem o selo do Inmetro, que é obrigatório atualmente.

4. Vidro-elétrico As janelas que abrem e fecham com apenas um toque podem ser arriscadas. Já pensou se o bebê fica com o bracinho preso? De preferência, mantenha os vidros fechados e travados sempre, principalmente se a sua família vive nas grandes cidades. Se puder escolher um automóvel com sensores nos vidros, melhor.

5. Bolsa da mãe Você adaptou a casa inteira por causa das crianças, mas vive deixando a bolsa à vista? Cuidado. Medicamentos (risco de intoxicação), balas (risco de aspiração), moedas (risco de ingestão) e objetos pontiagudos que costumamos levar são apenas alguns dos perigos. Por isso, vale a máxima: mantenha fora do alcance das crianças.

Consultoria: Tânia Shimoda, pediatra do PS do Instituto da Criança da Universidade de São Paulo



Crescer
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:28  comentar

Uma enorme mensagem de aniversário foi projetada na torre do Parlamento britânico que abriga o relógio e o sino conhecido como Big Ben, na noite deste sábado, para marcar os 150 anos da sua primeira badalada.
O sino soou pela primeira vez na primeira hora de 11 de julho de 1859.
A data também está sendo marcada por uma série de eventos que devem ocorrer ainda este ano.
Em um deles, crianças e voluntários vão explorar a torre do relógio e pesquisar sua história. História tortuosa
A torre no Palácio de Westminster foi concluída em 1859 e logo se tornou a parte mais famosa do edifício projetado pelo arquiteto Charles Barry para substituir o antigo Parlamento, destruído por um incêndio em 1834.
Mas o Big Ben teve uma história tortuosa.
O primeiro sino se quebrou quando estava sendo testado, dois anos antes da construção da torre.
Seu substituto chegou a ser instalado, mas se estragou com apenas dois meses de uso.
Nos quatro anos seguintes, o Big Ben permaneceu silencioso, até que foram feitos consertos e modificações.
Desde então, é um dos mais famosos símbolos da Grã-Bretanha, mesmo sendo alvo de danos por parte de pássaros, do mau tempo e de operários.
"Depois de 150 anos, o Big Ben continua tendo um lugar especial no coração dos londrinos, e em todo o mundo, como um exemplo magnífico de uma engenharia genial", disse à BBC Mike McCann, responsável pela manutenção do relógio.

BBC Brasil



O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:18  comentar


A empresa aérea Pet Airline - exclusiva para bichos de estimação - fez seu voo inaugural na terça-feira, partindo de Nova York. Como slogan "seu bicho não é bagagem, é passageiro", a empresa aposta nos clientes que querem que seus cães e gatos viajem em conforto e segurança.


Durante o voo, os animais viajam na cabine - especialmente adaptada - e são checados por comissários de bordo de 15 em 15 minutos, para ver se estão bem. Gatos e cachorros viajam separadamente, para evitar brigas.
Os aviões da companhia têm capacidade para transportar até 50 animais a cada voo, e cinco cidades americanas são atendidas. O plano é aumentar este número para 25 nos próximos três anos.

BBC Brasil


O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:02  comentar

Hoje, familiares de Brenda Maria Rodrigues Martins Ramalho, 2 anos, retornam a Morros, para se juntar aos homens do Corpo de Bombeiros nas buscas pela menina. Ela desapareceu por volta das 15h, do último domingo, 12, quando se encontrava às margens do rio Una, naquele município, em um passeio na companhia de familiares.
A família da menina trabalha com a hipótese de sequestro, e aponta uma mulher que tirava fotos dela como a principal suspeita. Porém, a polícia também levantou a possibilidade de Brenda ter se afogado no rio.
A mãe da criança, Patrícia Martins, contou que Brenda estava brincando com o seu irmão de seis anos, mas que estavam distante do rio, e que nesse momento a mulher tirava fotos da menina. Patrícia descreveu a mulher como sendo morena clara, não muito velha, com os cabelos como se tivesse feito ‘chapinha’, usava uma canga cor-de-rosa e biquínis da mesma cor.
Segundo a mãe de Brenda, uma moradora de Morros teria contado que uma mulher foi vista tirando fotos de outras crianças, e que ela estava acompanhada de um homem. A moradora também disse que o companheiro da suspeita comentou que ela era assim porque não podia ter filhos e gostava de crianças.
O caso está sendo acompanhado pela delegada regional de Rosário, Maria de Jesus Souza Melo. Com base em depoimentos de testemunhas e da família de Brenda, na noite de ontem foi divulgado um retrato falado do casal suspeito de ter sequestrado a menina.

Qualquer informação que leve ao paradeiro de Brenda pode ser passada para os telefones 3273-2792, 3242-6009, 3242-7814 e para o número do Disque-Denúncia: 3223-5800.
A família da menina está oferecendo uma recompensa de R$ 1 mil para notícias concretas.


Jornal Pequeno
link do postPor anjoseguerreiros, às 14:53  comentar


A 5ª. edição do concurso Causos do ECA recebeu 785 inscrições. Assim como nas edições anteriores, a maioria dos causos enviados está na categoria “ECA como instrumento de transformação”: 610 no total – entre vídeos e textos. A categoria “ECA na escola” recebeu 175 causos. Na linguagem vídeo – a grande novidade desta edição do concurso – foram 58 inscrições.

As histórias semifinalistas já foram escolhidas:
- Ana Aparecida Lopes Lima - São Paulo - SPTexto: Construindo possibilidades
- Bruna Taina Pó Tanh Paliano - Chapecó - SCTexto: O ECA no cotidiano indígena
- Clara de Freitas Santos Barros - Vitória da Conquista - BATexto: Will - Futuro
- Douglas da Silva Pinto, Maria Clara Reis Amorim Silva e Keyla da Silva Meneses - Caruaru - PETexto: Minha vida: Desencontros e sucessos
- Elizabeth Soares Pinheiro Lourenção e Luiz Antonio Miguel Ferreira - Presidente Prudente - SPTexto: Filho de pai ignorado
- Francismar Lamenza - São Paulo - SPTexto: A prioridade absoluta do ECA para uma criança muito especial
- Gilda Silva Gabas - Santos - SPTexto: A história da minha família
- Maíra Mendes Clini - São Paulo - SPTexto: Nino, o Menino
- Sílvia Lana Medeiros Teixeira - Ponte Nova - MGTexto: O monstro, a criança e o ECA
- Sueli Leite da Silva Pereira - São José dos Campos - SPTexto: Um sonho realizado pelo direito garantido

ECA na Escola - Texto
- Cristiane da Silva Brandão e Rosana Araújo Muniz - Rio de Janeiro - RJTexto: Um encontro entre os estatutos, os direitos e as gerações
- Dayvison Leandro dos Santos - Carpina - PETexto: O ECA bate um bolão: Futebol, educação e cidadania
- Dilair Maria Queiroz - Fazenda Rio Grande - PRTexto: O que ensina a escola
- Josiane Aparecida da Silva Santos - Alpinópolis - MGTexto: Estudar é um direito seu
- Luciane Maria Carmeille - Peruíbe - SPTexto: Unidos nós fazemos a diferença
- Patrícia Campos Magalhães - Pindamonhangaba - SPTexto: Perder a ternura, jamais!
- Pedro Henrique Couto Torres - Brasília - DFTexto: A sete chaves: Segredo, direitos e orçamento público
- Talitha de Melo e Silva Barbosa - João Pessoa - PBTexto: A aula de Ana Lúcia
- Vinícius Jorge Carneiro Sassine - Goiânia - GOTexto: Escola, vida nova
Zoreima Alves Pilatti Gatto - Ibiúna - SPTexto: Arriscar sem medo de errar

ECA como instrumento de transformação - Vídeo
- Abimael Moura Santos e Oswaldo Filho - Gandu - BAVídeo: Brincadeira - Franki Kleberson Kucher - Curitiba - PRVídeo: Direito à profissionalização e proteção no trabalho
- Gustavo José Sousa Nonnerberg - Rio de Janeiro - RJVídeo: ECAmaleão
- Hilton Sergio Ismael Lutti - Avaré - SPVídeo: Conquistando a cidadania através do esporte
- José Valmir Gomes e Elton de Oliveira Fontinelle - Palhano - CEVídeo: Tempo de Estudar e Brincar
- Laís Fonseca - São Paulo - SPVídeo: Reencontro
- Luiz Humberto Pereira dos Santos - São Paulo - SPVídeo: Mais que um olhar
- Mariza Benevenuto Da Costa, Marília Barroso de Paula, Sandra Mara Galeano Lacerda, Ricardo Vieira de Paiva e Richarles de Paula Souza - Cataguases - MGVídeo: Transformando Vidas
- Valdemar Donizeti de Souza - Jundiaí - SPVídeo: Favela Sinistra
- Washington Luiz Aguiar Jeremias - São Paulo - SPVídeo: Ponto de Vista

ECA na Escola - Vídeo
- Amanda Celestini Mendonça Gasparetto - Osasco - SPVídeo: Eca no currículo da escola pública
- Amanda dos Santos Rosa Stallmach - Apiaí - SPVídeo: Uma questão de necessidade
- Amanda Luiza Franco Ferrenha - Apiaí - SPVídeo: Cinderela uma história real
- Cézar Augusto Carvalho Soares - Ribeirão Preto - SPVídeo: Aulas do ensino formal
- Claudete Filomena Richieri - Jaú - SPVídeo: Turma da Maga em cena
- Laura Clara Franchi dos Santos e Luana Arantes El Khoura - Campinas / SPVídeo: Arte na escola: A formação do cidadão através do teatro
- Leandro Eiyti Yamao Watanabe, Peter J. Hofmann e Rafael Sasso - São Paulo - SPVídeo: Suporte e integração
- Maria Aparecida dos Santos Bueno - Caraguatatuba - SPVídeo: Peça teatral: Inclusão na Escola - Um direito de todos
- Mariana Sant'Ana Miceli - Florianópolis - SCVídeo: A vida é uma invenção

Fique de olho! No dia 22 de julho, serão revelados os finalistas, que concorrerão a 60 mil reais em prêmios.



Brasil Contra a Pedofilia
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:06  ver comentários (1) comentar

A gestão Gilberto Kassab (DEM) prorrogou ontem os contratos de fornecimento da merenda escolar em São Paulo com as empresas investigadas pelo Ministério Público Estadual sob suspeita de conluio, superfaturamento de preços e má qualidade dos serviços.
A decisão foi tomada porque as contratações firmadas em 2007 acabaram, sem que a prefeitura tenha conseguido concluir uma nova concorrência.
A prorrogação foi fixada inicialmente por 15 dias, mas deverá se estender até a conclusão dalicitação em andamento.
Em fevereiro, após ser pressionada pela Promotoria, a gestão Kassab prometia fazer uma concorrência em três meses para se antecipar ao fim dos contratos suspeitos -de mais de R$ 250 milhões por ano.
Das seis empresas de merenda cujos contratos foram prorrogados ontem, a Secretaria da Educação afirma que três aceitaram reduzir os preços que cobravam nos anos anteriores --embora, legalmente, não fossem obrigadas a isso. O total da queda não foi divulgado.
O promotor Silvio Marques considera que a disposição das empresas em receber menos reforça a suspeita de superfaturamento a partir de 2007.
A Nutriplus disse que reduziu em 2,7% seu preço em relação ao contrato de 2007, mas que esse desconto já começou em janeiro, "a pedido da administração, em razão do contingenciamento do orçamento". As outras duas (Sistal e Convida) não foram localizadas.
Já SP Alimentação, Geraldo J. Coan e Terra Azul tiveram prorrogação dos contratos sem reajuste nem queda de preço.
A Secretaria da Educação diz que os prazos previstos para firmar novos contratos da merenda não foram cumpridos devido à complexidade do edital e aos adiamentos do pregão para selecionar as empresas.
As duas datas agendadas neste mês para a disputa do pregão -a última delas ontem- foram adiadas por recomendação do Tribunal de Contas do Município. Algumas das atuais prestadoras do serviço contribuíram com o adiamento por terem contestado no TCM as regras da licitação em curso. Kassab disse que os contratos da merenda podem ser prorrogados (por lei, até 2012), mas que vai trocá-los porque "essas empresas estão sob forte suspeição".


Folha Online
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:00  comentar


O ex-jogador Romário, detido na terça-feira (14) acusado por sua ex-mulher Mônica Santoro de deixar de pagar a pensão alimentícia dos filhos, dormiu sob um pano no chão de uma sala do 16º Distrito Policial (Barra da Tijuca) e jantou um lanche. O ex-craque está calmo porém aborrecido, segundo o delegado titular da 16ª DP, Carlos Augusto Nogueira Pinto.
O delegado disse que o ex-jogador deve ser transferido à Polinter (órgão da polícia do Rio de Janeiro especializado em capturas) na tarde desta quarta-feira.
A defesa tenta na Justiça libertar Romário. A decisão de prender o ex-jogador partiu do juiz Antônio Aurélio Abi-Ramia Duarte, do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio). Procurado, o TJ informou que não pode dar informações sobre o caso por se tratar de segredo de Justiça.
Informações passadas por Nogueira Pinto apontam que Romário adquiriu uma dívida de R$ 50 mil por não pagar a pensão alimentícia dos dois filhos. Segundo o delegado, o ex-jogador deixou de pagar a pensão há dois meses.
Nogueira Pinto também afirmou que, apesar da data de pagamento do segundo mês de pensão vencer no próximo dia 22, o juiz decidiu cobrar R$ 19 mil pelo primeiro mês atrasado, R$ 22 mil pelo segundo, além de uma multa por adquirir a dívida.

Comida comum
Romário permaneceu a noite toda em uma sala na companhia de outros três homens que também foram detidos pelo não pagamento de pensão. Um quarto acusado pelo mesmo motivo foi encaminhado na manhã desta quarta ao local.
Franco Belfiore, 50, um amigo do ex-craque, tentou entregar um jantar ontem à noite --com churrasco e batatas, entre outros-- e pão doce, frutas e café, mas foi impedido pelo delegado. Nogueira Pinto alegou que não pode dar tratamento diferenciado a uma personalidade.
O delegado afirmou que o titular da camisa 11 da seleção brasileira campeã do mundo na Copa de 1994 se mostra calmo, entretanto, como não dormiu direito, está debilitado.
"O Romário parece estar calmo e está um pouco debilitado porque não deve ter dormindo a noite toda. As acomodações infelizmente não são propícias para a pessoa dormir de forma confortável, e ele está cansado", afirmou Nogueira Pinto.
Segundo ele, Romário se mostrou chateado porque ontem à noite tinha um compromisso com dois patrocinadores que estão investindo no clube que ele colabora, o América.
Por telefone, a reportagem da Folha Online não conseguiu localizar o advogado do ex-craque.


DIANA BRITTO


Folha Online
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:54  comentar


Um importante maestro britânico, Sir Edward Thomas Downes, de 85 anos e sua esposa de 74 anos viajaram para uma clínica na Suíça onde foram auxiliados a cometer suicídio.
De acordo com uma declaração da família, o músico - cego e progressivamente surdo - e a esposa - doente terminal - optaram por morrer na clínica Dignitas.
"Ambos viveram plenamente e se consideravam extremamente afortunados por ter vivido vidas tão cheias de recompensas, tanto profissionalmente como pessoalmente", disse a declaração.
"Eles morreram em paz e em circunstâncias de sua própria escolha".
"Nosso pai, que tinha 85 anos, era quase cego e progressivamente surdo, teve uma longa e distinta carreira como regente".
"Nossa mãe, que tinha quase 74, começou carreira como bailarina e mais tarde trabalhou como coreógrafa e produtora de TV, antes de dedicar os últimos anos de sua vida trabalhando como assistente pessoal para nosso pai".
"Depois de 54 felizes anos juntos, eles decidiram terminar suas vidas ao invés de continuar a lutar contra sérios problemas de saúde".

Proibição
Conhecido internacionalmente, o maestro nasceu em Birmingham em 1924. Ele começou a tocar o violino aos cinco anos.
Edward Downes trabalhou com a Royal Opera em Londres, com a Australian Opera, em Sydney, com a Netherland's Radio Opera, em Amsterdã.
Ele também regeu a BBC Philharmonic Orchestra ao longo de um período de 40 anos.
Durante sua carreira, recebeu vários prêmios importantes, assim como títulos e honrarias da realeza britânica.
A lei da Grã-Bretanha proíbe a eutanásia e qualquer forma de assistência ao suicídio.
A clínica Dignitas, com sede nas proximidades de Zurique, na Suíça, oferece esse tipo de serviço. A entidade é alvo de debates frequentes na sociedade britânica e foi tema de um recente documentário na televisão do país.



BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:17  comentar


Um estudo realizado na Austrália mostrou que uma variedade de mel típica da Oceania pode ser um eficiente agente no tratamento de infecções de pele e no combate a infecções hospitalares.
Cientistas da Universidade de Sydney descobriram que o mel neo-zelandês conhecido como Manuka contém uma substância altamente tóxica para bactérias, chamada metilglioxal.
"A superbactéria conhecida como MRSA, que é resistente a vários tipos de antibiótico e pode provocar várias infecções graves em hospitais, é altamente sucetível ao mel", explicou à BBC Dee Carter, um dos autores do estudo.
Segundo o cientista, em tese, o metilglioxal também seria tóxico aos seres humanos. "Mas há outras substâncias no mel que evitam que ele seja tóxico para as células humanas, ao mesmo tempo em que promove a destruição das bactérias", disse.

Propriedades probióticas
Os pesquisadores esperam que, no futuro, produtos esterilizados à base de mel possam substituir pomadas antibacterianas e anti-sépticas no tratamento de cortes, queimaduras, picadas de inseto e outras doenças de pele.
Mas Carter reconhece que ainda são necessários novos estudos para provar a médicos que o mel Manuka pode ser um poderoso medicamento alternativo.
"Precisamos da ciência por trás disso, e é o que estamos fazendo. Médicos não querem ouvir falar de algo que pode soar como coisa de curandeiro. Eles querem algo com validação científica", disse.
Outros pesquisadores australianos acreditam que os benefícios do mel vão além do tratamento de problemas de pele.
Estudos realizados no país examinaram as propriedades probióticas do alimento, que possui uma parcela de carboidratos que são "quebrados" no intestino delgado, enquanto o resto passa sem ser digerido até o intestino grosso.
"Com o processo, esses açúcares estimulam o desenvolvimento de bactérias saudáveis no intestino, o que por sua vez ajuda a prevenir o acúmulo de toxinas", explicou à BBC a especialista em alimentos Rosie Stern.
Segundo ela, isso ajuda a evitar males como o câncer intestinal, a síndrome do intestino irritável, a doença de Crohn e a colite ulcerativa.

Phil Mercer
Da BBC News em Sydney


BBC Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:00  comentar


Animal se recupera no Aquário da cidade, onde deve ser exposto. Peixe surpreendeu especialistas ao ser visto na cidade.

Uma arraia de uma espécie pouco comum no litoral de São Paulo pode ser a nova atração do Aquário de Santos, a 72 km de São Paulo. Ela foi encontrada bastante debilitada, em um canal da cidade, no último fim de semana.
Nos próximos 30 dias, o animal vai ficar em um tanque bem longe dos visitantes, para se recuperar. Ela está em observação, recebendo atendimento especial dos biólogos do Aquário Municipal de Santos. “Ela apresentava algumas escoriações, assim como o fato preocupante de ter sido pega em água praticamente doce. A gente já nota uma regressão dessas escoriações”, explicou o biólogo Paulo de Tarso.
O peixe tem aproximadamente 40 centímetros de comprimento. A espécie é comum no meio do oceano, mas raramente encontrada na costa. O animal surpreendeu os especialistas ao aparecer no Canal 6, perto do batalhão da Polícia Militar, e teve que ser capturada pelo Corpo de Bombeiros. “Ela chegar à praia já seria um evento inusitado. Vamos ler mais a respeito, conversar com especialistas, e tentar descobrir porque ela estava nesta época encostando na praia”, disse o biólogo. Depois de receber todos os cuidados necessários, a expectativa é de que a arraia passe a viver em um dos tanques do aquário, que já conta com dois tipos do peixe.



G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:52  comentar

Tupolev da iraniana Caspian Airlines ia de Teerã a Ierevan, na Armênia.
Aeronave de fabricação russa teria pegado fogo no ar antes da queda.

Um avião de passageiros Tupolev Tu-154, com 168 pessoas a bordo, caiu nesta quarta-feira (15) quando sobrevoava a cidade iraniana de Qazvin, a 150 km a noroeste de Teerã, segundo a Irna, agência estatal de notícias do Irã, citando fontes policiais.
O acidente ocorreu por volta das 11h33 locais (4h03 de Brasília).
A aeronave, de fabricação russa, ia de Teerã para Ierevan, capital da Armênia. Havia a bordo 151 adultos, 2 crianças e 15 tripulantes, segundo Arlen Davudyan, representante da empresa, que é iraniana. A nacionalidade dos passageiros não foi divulgada.
Segundo o representante da empresa, o acidente ocorreu cerca de 15 minutos depois da decolagem. O motivo da queda não está claro, e as caixas-pretas ainda não foram encontradas.
Um general do Exército iraniano, ouvido pela Irna, afirmou que o avião se partiu em pedaços e abriu uma cratera ao cair.
Uma autoridade local, Sirous Saberi, disse que a aeronave teve problemas técnicos, tentou um pouso de emergência, mas pegou fogo no ar antes de cair.
A rede de TV CNN mostrou imagens dos destroços do avião, em uma área rural. Em Ierevan, parentes de passageiros esperavam ansiosos por notícias.

"Foi um grande desastre, com pedaços da aeronave espalhados por uma área de 200 metros quadrados", disse um bombeiro à TV estatal iraniana.
Oito lutadores do time juvenil de judô do Irã e dois técnicos estavam a bordo, segundo a agência Mehr.
A Caspian Airlines é uma companhia iraniana. Fundada em 1992, opera voos para Hungria, Emirados Árabes Unidos, Síria, Ucrânia, Armênia, Belarus e Turquia, e também para as principais cidades iranianas.
Davudyan, da Caspian Airlines, disse que entre 20 e 25 passageiros eram armênios. O Irã abriga cerca de 100 mil pessoas da etnia armênia, muitos dos quais frequentemente usam voos entre Teera e ierevan para visitar parentes no país vizinho.
O Irã registrou diversos grandes acidentes aéreos na última década, alguns deles envolvendo aviões Tupolev.
A fabricante norte-americana Boeing não exporta uma aeronave ao Irã desde 1979, quando o governo dos EUA impôs sanções econômicas contra Teerã. Essas sanções também impediram o país de adquirir peças de reposição para aviões dos EUA comprados anteriormente ou de comprar aviões europeus que utilizam motores fabricados nos Estados Unidos, como modelos da Airbus. Em setembro de 2006, 29 pessoas morreram quando um Tupolev 154 da Iran Air Tour pegou fogo ao aterrissar na cidade de Mashhad, no nordeste do país. Em 2002, todas os 118 passageiros morreram quando um outro Tupolev 154 da Iran Air Tour caiu perto da cidade de Khorramabad, no oeste do Irã.
É o terceiro grande acidente aéreo pelo mundo em menos de dois meses. No dia 31 de maio, um avião da Air France caiu no Oceano Atlântico, matando todos os 228 a bordo. No último dia 30 de junho, um avião com 153 pessoas a bordo da companhia Yemenia Airway caiu próximo à ilha de Comores e apenas uma menina sobreviveu.
G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:39  comentar


Neste 13 de julho, o Brasil comemorou 19 anos da implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – Lei 8.069 de 1990. “Trata-se de um dos grandes avanços já conquistados por este país”, diz o coordenador-nacional do Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), Gilson Cardoso.
O ECA é composto por 267 artigos e tem como princípio dar prioridade absoluta às crianças e aos adolescentes. “Não esqueçamos que a lei, diz Gilson Cardoso, nasce das reflexões dos anos 80 e de uma grande mobilização nacional, da qual se origina o Fórum Nacional de Entidades Não-Governamentais de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fórum DCA)”.
A Constituição brasileira (1988) - em seu artigo 227 - já se antecipava inclusive à Assembléia Geral das Nações Unidas, que em 1989 realizava a Convenção Internacional dos Direitos da Criança.
Diz a Constituição do Brasil: “É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à saúde, à alimentação, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão”.
O ECA instaura no país “direitos para todas as crianças e adolescentes, entendendo-os como sujeitos de direitos e garantindo a eles um atendimento integral, que leva em conta as suas diversas necessidades”, lembra Gilson Cardoso.
“A modernidade e a contemporaneidade da Lei, argumenta Gilson Cardoso, vai mais longe, porque cria medidas de proteção - voltadas a situações em que os direitos de meninos e meninas são ameaçados ou violados - e medidas socioeducativas - aplicadas para adolescentes que cometem atos infracionais”.
O coordenador-nacional do MNDH lembra, também, que o ECA “instituiu a corresponsabilidade da sociedade civil e do poder público no sentido de garantir o direito a uma vida saudável aos meninos e meninas”.

Redução penal
“A despeito dos avanços conquistados nestes 19 anos, o país ainda convive com problemas como a tentativa da redução da idade penal de 18 para 16 anos, matéria que tramita no Senado, e que merece a atenção de todos nós. Também convive com o inacreditável e inaceitável toque de recolher imposto em alguns municípios de Mato Grosso do Sul e de São Paulo, sob a desculpa de se tentar controlar a violência”, lembra Gilson Cardoso.
O coordenador nacional do MNDH diz que a medida é inconstitucional. “As prefeituras não têm competência constitucional para aprovar leis específicas sobre o toque de recolher e não é dessa forma que se tratam eventuais casos infracionais. À prefeitura e à sociedade cabem a formulação de programas socioeducativas, e a redução da liberdade das pessoas certamente não é um deles”.



Movimento Nacional de Direitos Humanos
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:33  comentar

Um pedófilo português foi detido anteontem à noite junto a um parque infantil de Sevilha, na Espanha, quando observava várias crianças a brincarem e se masturbava. Segundo fontes da polícia espanhola, Antonio F.A.P, de 28 anos, já estava sentado há vários minutos num banco do jardim, com as calças para baixo e a acariciar-se nos órgãos genitais, no momento em que foi detido por um agente da Guarda Civil que se encontrava de folga.
Segundo as autoridades espanholas, o suspeito já cumpriu pena de prisão efetiva em Portugal por crimes de abuso sexual de menores e foi apanhado recentemente, na Espanha, por duas situações semelhantes à de anteontem. No entanto, nas ocasiões anteriores, depois de ouvido por um juiz, acabou por sair em liberdade. Mas a prática de exibicionismo nunca parou.
O último ataque deste pedófilo português teve lugar na praça Pedro Santos Goméz, em Sevilha, pelas 22h00 de anteontem, altura em que Antonio estava observando várias crianças entre os quatro e oito anos de idade, acompanhadas pelos pais.
O suspeito acabou por ser detectado por um policial de folga, também ele com uma filha a brincar no parque, que de imediato pediu aos outros adultos para levarem as crianças do local. Em seguida, o agente deteve Antonio na posse de uma revista pornográfica e jogos de vídeo que, segundo as autoridades, serviam para este aliciar as crianças.
O português tinha sido detido em janeiro, em Córdoba, e em finais de maio, em Sevilha, por crimes semelhantes, mais uma vez em parques frequentados por muitas crianças.



Correio da Manhã
link do postPor anjoseguerreiros, às 10:27  comentar


SÃO PAULO -Sapato com lixa de unhas no salto, sandália com abridor de garrafas no solado para os homens e até uma bolsa de sacos de cimento. As novidades da Francal 2009, feira de calçados e acessórios, mostram preocupação com praticidade e o meio ambiente. São mais de mil expositores no evento para lojistas.
Preocupada com a vaidade feminina, a Piccadilly lança um sapato de bico fino com uma lixa de unhas na parte interna do salto. O preço ao consumidor deve ser de R$ 80. Já a bolsa feita com sacos de cimento do estilista Rogerio Lima sai por R$ 800.
Já a Francajel dirigiu suas pesquisas para os homens. A sandália de couro Open Up, com abridor de garrafa, deve custar R$ 130. E o calor nos pés com o verão poderá ser amenizado com o sapato com ventilador na sola, movido a pilha.
Para os pequenos, a tradicional Ortopé volta ao mercado, depois de 15 anos, com o calçado Stika e Puxa. Com preço de R$ 25, o sapatinho é regulado de acordo com o crescimento do pé do bebê. Um mesmo par serve para os tamanhos de 14 a 19.
Exportações desabam 27%
Terceiro maior produtor de calçados do mundo, o Brasil perde com a crise global. Apenas nos primeiros cinco meses do ano, o volume de exportações caiu 27,3%. Por causa da forte retração no último trimestre de 2008, as indústrias cortaram 42 mil dos 330 mil trabalhadores diretos do setor.
Além disso, as importações cresceram 4,5%, resultado da invasão dos sapatos chineses.
- Este ano está complicado. Muitas empresas concedem férias coletivas, num esforço para tentar evitar novas demissões - disse Milton Cardoso, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).
Com a recuperação do mercado interno, o frio e o Natal, o setor espera crescer neste segundo semestre. A Piccadilly, por exemplo, aposta em 15% a mais. De acordo com a associação do varejo, a Ablac, as vendas cresceram 9% no mês passado.



O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 09:39  comentar


FLORIANÓPOLIS - Nabor Prazeres, avô da recém-nascida que sofreu uma queimadura no braço na Maternidade Carmela Dutra, em Florianópolis, formalizou na manhã desta terça-feira a denúncia do caso ao Ministério Público. Na segunda-feira, a Secretaria de Estado da Saúde determinou a abertura de uma sindicância para investigar o fato. A recém-nascida Isadora, que tem agora um mês de vida, está sendo tratada pela família em casa. A pomada para queimadura indicada pelos médicos custa R$ 39 e dura dois dias. O custo chega a quase R$ 600 por mês.
- Independente de qualquer causa que tenha sido, isso é responsabilidade do Estado, da Secretaria de Estado da Saúde. A responsabilidade é nossa, nós iremos assumir isso. Ela vai ter toda a atenção possível. Se houve algum gasto, esse gasto vai ter que ser ressarcido a essa família - disse o superintendente de Hospitais Públicos da Secretaria, Roberto Hess de Souza.
A Secretaria determinou ainda que seja feita uma nova revisão nos equipamentos da maternidade e uma avaliação nas condutas de enfermagem.
A diretora da maternidade, Elisa Brentano, apresentou uma nova versão para o caso. Na segunda-feira, Elisa disse que a queimadura podia ter ocorrido em um atrito durante o parto. Nesta manhã, afirmou que um tecido usado para cobrir crianças após o nascimento pode ter ferido o bebê e que a lesão não é queimadura de terceiro grau.
- Se por acaso houver uma dobra na confecção deste embrulho do bebê, pode eventualmente ter comprimido o bracinho do bebê - disse a diretora.
Segundo Elisa, obstetras afirmaram que não houve registro de casos desse tipo em partos. A diretora disse ainda que, no caso de Isadora, as bolhas no braço não foram causadas por calor ou substâncias químicas.



O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:01  comentar


PEQUIM - A China proibiu o uso da terapia de eletrochoque para o tratamento de viciados em internet, alegando que não está claro se o método é seguro e eficiente. O anúncio do Ministério da Saúde foi feito após o surgimento de notícias sobre um polêmico psiquiatra de Linyi, na província de Shandong, que havia submetido quase três mil adolescentes a descargas elétricas para eliminar seus supostos vícios em internet.
O governo chinês tem levado a cabo uma campanha contra o vício em internet há mais de um ano, preocupado com o tempo que os jovens passam nos cibercafés, que para as autoridades afeta os estudos e prejudica a vida familiar.
"A terapia de eletrochoque para curar o vício em internet (...) não tem fundamento em pesquisas clínicas e não há provas (de sua eficiência), portanto não é apropriada sua aplicação", diz o comunicado oficial publicado na página do ministério ( http://www.moh.gov.cn/ ).
O país mais populoso do mundo tem também o maior número de internautas, cerca de 300 milhões de pessoas segundo números do Centro de Informação chinês de redes online. Mais de 200 organizações oferecem tratamento para distúrbios relacionados a internet. Um dos fatores que contribui para o alto número de casos seria a forte cobrança dos pais.
O criador da "terapia de impacto elétrico" é o médico Yang Yongxin, conhecido como "Tio Yang". Ele dirige o Centro de Tratamento para Vício em Internet no Hospital Psiquiátrico de Linyi, onde os pacientes recebem drogas psicotrópicas e são submetidos ao eletrochoque. O custo do tratamento é de 5.500 yuanes (cerca de US$ 805) mensais.
Sob uma rígida metodologia militar e acompanhados pelos pais, os jovens são proibidos de ter qualquer contato com o mundo exterior e a maioria é internada à força, segundo o jornal "China Youth Daily". Nem "Tio Yang" nem seus seis colegas de trabalho tem formação como psicoterapeutas.



O GLOBO DIGITAL
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:50  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
visitas
subscrever feeds
blogs SAPO